Início / Ideias Sustentáveis / 10 curiosidades sobre os agrotóxicos

10 curiosidades sobre os agrotóxicos

1. Os agrotóxicos são produtos que podem ser de natureza biológica, física ou química. Eles são utilizados com a finalidade de exterminar pragas ou doenças que prejudicam o desenvolvimento da agricultura. Como efeitos colaterais temos a morte de várias espécies de seres vivos, como fungos, bactérias, protozoários plantas e animais que são importantes não só para a cultura que está sendo cultivada mas também para o ecossistema como um todo

2. Os primeiros agrotóxicos surgiram em 1938. Os produtos eram feitos à base de cloro. Como eram prejudiciais ao meio ambiente, agrotóxicos clorados como o DDT foram proibidos na década de 70.

3. Os agrotóxicos à base de fósforo surgiram em 1950. Eles também eram bastante tóxicos aos seres humanos e, em grandes doses, podiam até mesmo destruir o sistema nervoso.

Se você tiver estômago assista A Carne é Fraca, ou então nem assista  

4. Existem três tipos de agrotóxicos. Os pesticidas, ou praguicidas, combatem os insetos em geral. Já os fungicidas têm o objetivo de atingir os fungos, enquanto os herbicidas matam as plantas daninhas ou invasoras de outras culturas. Eles podem ser orgânicos ou inorgânicos.

panorama dos Agrotóxicos

5. Os pesticidas agem sobre os ovos (ovicidas), as larvas (larvicidas), sobre os ácaros (acaricidas) ou formigas (formicidas). O efeito dos agrotóxicos decorrem da ingestão (quando a praga come o produto impregnado na planta), do desenvolvimento microbiano (quando o produto contém microorganismos que atacam a praga) ou pelo simples contato da praga com o produto.

6. Quando ingeridos pelo homem, os agrotóxicos causam problemas de saúde. Os inseticidas clorados, por exemplo, provocam lesões no fígado e nos rins, e, em doses mais altas, podem levar à morte.

agrotoxicos2

7. Já os inseticidas fosforados provocam excesso de transpiração, salivação abundante, dores abdominais, vômito e diarreia. Os inseticidas constituídos de carbono, usados na agricultura para matar pulgões, provocam a morte mesmo em quantidade mínima.

8. Os inseticidas botânicos, usados em residências para matar mosquitos, são mais fracos, mas podem desencadear alergias e asma.

9. Os herbicidas em doses pequenas são capazes de causar fibrose muscular e impossibilitar a respiração. Já os fungicidas podem provocar câncer.

10. Além de atingirem os órgãos, os agrotóxicos podem causar alterações nos aparelhos humanos, como o nervoso e o circulatório. Atualmente, existe a preocupação de alterações na quantidade de células, que resultariam em tumores. Outra grande questão é a da alteração molecular, ou seja, os agrotóxicos atuariam no interior das células humanas. Para eliminar o excesso de elementos tóxicos no organismo é aconselhável a ingestão diária de grande quantidade de água. A alimentação rica em fibras também ajuda a limpar o corpo dos resíduos nocivos à saúde.

 

Assista os  documentários:

Panorama dos Agrotóxicos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não vai embora ainda!
Quer material pra estudar ou dar aula?
Inscreva-se grátis! 
Inscrever-se
Lembre-se, você poderá cancelar a inscrição a hora que quiser
79 Slides profissionais   Biologia e Ciências     R$ 19,00
QUERO VER OS SLIDES

Você é 
Professor(a)?

Tem um slide GRÁTIS em powerpoint pra você baixar agora. 
Baixar Slide