Início / Estudar / A importância do solo e a agricultura

A importância do solo e a agricultura

As plantas precisam de gás carbônico, água, clorofila e energia do Sol para fazer a fotossíntese, processo fundamental para a produção de glicose. A glicose é a matéria-prima essencial para a produção de energia. Entretanto, as plantas precisam de outros nutrientes para se desenvolver, que geralmente são retirados do solo ou da água, na qual eles se encontram.

Os agricultores preparam o solo para poder plantar, como no caso da horta que aparece na fotografia desta página. O que precisa ser feito para preparar uma área para plantar? Já existem áreas prontas para a agricultura em ambientes naturais?

O QUE E UM SOLO AGRÍCOLA?

Os nutrientes de que as plantas necessitam são encontrados no solo e dissolvidos na água. Eles apresentam em sua composição elementos químicos, como nitrogênio, fósforo, potássio, magnésio e ferro, que são absorvidos pelas raízes das plantas.

Dependendo da quantidade em que são utilizados pelas plantas, esses nutrientes podem ser divididos em dois grupos:

  • ■    macronutrientes (do grego makrós =grande): são consumidos em grandes quantidades. como compostos de nitrogênio, fósforo, potássio, cálcio, magnésio e enxofre;
  • ■    micronutrientes (do grego mikrós= pequeno): são nutrientes que as plantas consomem em quantidades muito pequenas, mas que também são importantes para o seu desenvolvimento, como compostos de manganês, boro, molibdênio, zinco, ferro e cobre.

O solo que apresenta tanto os macro quanto os micronutrientes necessários para o desenvolvimento das plantas, além de uma quantidade adequada de ar e de água. é um bom solo para a agricultura, sendo chamado solo agrícola.

SOLOS E VEGETAÇÃO

A frase “Essa planta não vai pra frente” não quer dizer que “a planta não saiu andando”, mas sim que ela não está se desenvolvendo. Isso pode ocorrer por vários fatores.

Quando cuidamos de uma planta ou fazemos uma grande plantação, devemos levar em conta fatores locais, como tipo de solo, umidade, temperatura e luminosidade.

Alguns solos e alguns tipos de clima são mais apropriados para determinadas culturas. Veja exemplos nas fotografias.

Para fazer uma grande plantação, inicialmente deve-se pedir um estudo do solo, realizado por um agrônomo. Com base nessa análise, pode-se saber como o solo deve ser tratado, quais os nutrientes necessários e qual o tipo de planta mais adequado.

AGRÔNOMO

agrônomo é um profissional de nível superior que desenvolve e implanta projetos de agropecuária. Atua no combate de pragas, adubação, projetos de irrigação, conservação do solo e controle de qualidade de produtos agrícolas.

COMO PREPARÀR o solo PARA O PLANTIO?

Existem diversas técnicas de preparação e tratamento do solo para o cultivo agrícola. Vamos estudar algumas delas.

Aração

A aração é uma técnica usada para preparar e tratar o solo que consiste em revolvê-lo deixando-o mais fofo. Assim, as raízes das plantas, a água e o ar podem penetrar no solo com mais facilidade.

Durante a aração podem ser enterrados restos da cultura anterior e ervas daninhas, que, depois de decompostos, enriquecem o solo com nutrientes.

No entanto, a aração precisa ser utilizada com cuidado. Em regiões de clima tropical, onde é muito quente e chove bastante, a aração pode expor o solo revolvido ao calor intenso, provocando a perda de umidade e a morte de seres decompositores da matéria orgânica.

adubação verde é uma forma de enriquecer o solo fazendo o cultivo de uma planta que atua como se fosse um adubo “vivo” – daí o termo adubação verde – intercalada com outra planta de interesse.

As plantas utilizadas como adubo “vivo” são geralmente leguminosas (plantas que têm frutos em forma de vagens), como os feijões e a soja, que têm em suas raízes bactérias que fixam o gás nitrogênio atmosférico, transformando-o em compostos nitrogenados, que fertilizam o solo e podem ser incorporados pelas plantas.

Podem ser feitas duas culturas intercaladas ao mesmo tempo (quando são plantadas em conjunto, misturadas uma com a outra) ou em períodos diferentes (em uma safra uma cultura e, na próxima safra, outra cultura).

Adubação

A adubação consiste em repor ou enriquecer o solo com os nutrientes necessários para a cultura a ser plantada. Ela pode ser feita adicionando-se ao solo os nutrientes que estão faltando para que as plantas se desenvolvam e haja aumento da produção. Esses nutrientes estão presentes nos adubos ou fertilizantes, que podem ser distribuídos no solo de forma manual ou mecanizada.

Qual é a diferença entre adubo mineral e adubo orgânico?

Os adubos minerais, também chamados de fertilizantes, são extraídos de minas ou produzidos em indústrias químicas.

Os adubos orgânicos são produzidos a partir de resíduos de animais ou vegetais decompostos por microrganismos. A matéria-prima dos adubos orgânicos pode ser esterco de curral, resíduos de matadouros, restos de sementes, bagaço de cana-de-açúcar e resíduos vegetais.

Calagem

A importância do solo e a agriculturaVocê conhece algumas substâncias ácidas? Vinagre, suco de limão ou abacaxi são alguns exemplos de substâncias ácidas do nosso dia a dia. No solo. encontramos uma mistura de substâncias que também podem deixá-lo ácido, A acidez elevada prejudica a fertilidade do solo, pois inibe a absorção de muitos nutrientes pelas raízes das plantas.

Um solo ácido pode ser corrigido adicionando-se calcário a ele. Essa técnica é conhecida por calagem.

Uma grande parte dos solos brasileiros, como no Cerrado, tem característica ácida, Para aumentar a produtividade agrícola, esses solos podem receber adição de calcário em quantidades adequadas.

Irrigação e drenagem

A água pode ser um fator limitante para a agricultura, uma vez que não está disponível em todas as regiões do país ou não está disponível na frequência ou na quantidade adequada para uma determinada cultura.

O fornecimento de água, em quantidades adequadas ao tipo de solo e ao tipo de cultura, pode ser feito por meio da irrigação. A água para a irrigação pode ser obtida em rios, lagos, açudes e pode ser transportada até o cultivo por tubulações.

No Nordeste brasileiro, por exemplo, onde a quantidade anual de chuvas é pequena, a construção de açudes é comum. Os açudes têm a finalidade de armazenar a água das chuvas e garantir o fornecimento de água para a agricultura e para o consumo humano e animal.

Qualquer processo de irrigação deve ser executado com cuidado, pois pode causar impactos ambientais negativos, como desperdício de água e erosão do solo. Uma das alternativas para reduzir esses impactos é utilizar a quantidade adequada de água, levando em consideração as características do solo.

De outro lado, há também solos que podem ser encharcados ou alagados. Esse tipo de solo não é adequado para a maioria das plantações, pois apresenta pouco ar. Essa característica dificulta as trocas gasosas das raízes, que acabam apodrecendo. Nesse caso, é preciso drenar o solo. Uma das maneiras de fazer isso é construindo valas que permitem o escoamento da água,

Compostagem

Restos de alimentos, folhas e outras partes de plantas e esterco podem ser decompostos, em condições controladas, dando origem a um material denominado composto (adubo). As bactérias e os fungos decompositores são os responsáveis pela produção desse tipo de adubo.

A compostagem pode ser feita em pequena ou larga escala em sítios, chácaras e até mesmo em casa. É uma alternativa para obtenção de adubo orgânico de boa qualidade, além de ajudar a diminuir a quantidade de lixo nas cidades, um dos maiores problemas ambientais da sociedade moderna.

Fazer uma composteira é muito simples. A melhor forma de transformar a matéria orgânica em composto é construindo pilhas abertas de resíduos, as Jeiras.

O roteiro abaixo descreve como montar uma composteira em um jardim.

Separe 2 metros quadrados (1 m x 2 m) ou uma área de tamanho proporcionai onde será construída a composteira.

Coloque tábuas em volta da área separada no jardim, formando uma cerca.

Deposite em um dos lados da área de compostagem uma camada (até 20 cm aproximadamente) de lixo orgânico seco., como: folhas, galhos, serragem e aparas de lápis apontado.

Na segunda camada (até 20 cm), deposite o material orgânico mais úmido, como restos de comida (cascas de verduras e legumes, frutas podres etc.).

Por cima, coloque uma ou duas camadas de folhas secas ou serragem e molhe, deixando o monte apenas umedecido.

Após três dias, mude o conteúdo de lado com uma pá, antes de fazer novas camadas.

O composto estará pronto para uso no prazo de 60 a 90 dias, provavelmente com aspecto agradável, cheiro de terra e um pouco úmido.

O que são hidroponia e agricultura orgânica?

Hidroponia é a forma de cultivar plantas sem solo. Na agricultura tradicional, os nutrientes de que as plantas precisam para se desenvolver são retirados do solo pelas raízes. Na hidroponia, as raízes ficam mergulhadas em uma mistura de água e nutrientes dissolvidos (solução nutritiva).

agricultura com água

A agricultura orgânica é uma forma de produção agrícola em que se busca integrar o ciclo do vegetal cultivado com o ciclo de animais e de microrganismos que vivem no solo e que formam o húmus. A agricultura orgânica não utiliza fertilizantes industrializados nem substâncias (agrotóxicos) que controlam as pragas. As pragas são controladas por seus predadores naturais (controle biológico).

Os produtos orgânicos, cada vez mais disponíveis no mercado, apresentam embalagens e rótulos que os diferenciam dos demais.

Resumo da aula A importância do solo e a agricultura

  • As necessidades básicas para o cultivo de uma planta.
  • A importância do solo para a agricultura.
  • A importância da análise dos solos para a escolha da cultura agrícola. Qual é a função da aração do solo e como ela pode ser feita.
  • O que é calagem.
  • Diferentes formas de adubação para o solo agrícola.
  • As diferenças entre adubos minerais e orgânicos.
  • A importância da com postagem para a agricultura e o meio ambiente. O que é agricultura orgânica e por que se chama assim.

 

Quer receber mais AULAS GRÁTIS?

inscreva-se em nosso canal no YouTube
 

botao-youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer receber mais AULAS GRÁTIS?

inscreva-se em nosso canal no YouTube
 

botao-youtube

Não vai embora ainda!
Quer material pra estudar ou dar aula?
Inscreva-se grátis! 
Inscrever-se
Lembre-se, você poderá cancelar a inscrição a hora que quiser
88 Slides profissionais   Biologia e Ciências     R$ 21,00

Você é 
Professor(a)?

Tem 5 Slides GRÁTIS pra você baixar agora. 
Baixar Slides