Início / Aulas / Doenças causadas por platelmintos

Doenças causadas por platelmintos

Entre as principais doenças causadas por platelmintos podemos citar a teníase (também conhecida como solitária);  a esquistossomose; a cisticercose, a hidatidose e a fasciolose (também conhecida como fasciolíase). Essas doenças podem ser associadas a ao baixo nível de saneamento ambiental em determinado lugar. Veremos as principais características dessas doenças causadas por platelmintos bem com como prevenir e como tratá-las. Veja a vídeo aula logo abaixo e depois continue cm a leitura.

Hidatidose

Doença que apresenta incidência mais elevada nos estados da região Sul do Brasil, está associada à criação de carneiros e ovelhas.

O agente etiológico é o platelminto Echinococcus granulosus, parasita da classe Cestoda.

A transmissão ocorre pela ingestão de ovos do parasita, nos quais se formam larvas que perfuram a parede do intestino e penetram na circulação. Pelos vasos sanguíneos, atingem diversos órgãos, onde podem se fixar — fígado, pulmões, cérebro, entre outros. Nesses órgãos, formam-se os cistos hidáticos, que podem atingir diâmetro superior a 10 cm.

O equinococo é um parasita heteroxênico. O verme adulto vive fixado na mucosa do intestino delgado de cães, que eliminam os ovos com as fezes. Ovelhas ou seres humanos, ao ingerir ovos, podem desenvolver o cisto hidático. Quando o cão se alimenta de vísceras de ovelhas, ingere cistos que contêm escóleces do parasita. No intestino do cão, os escóleces originam parasitas adultos.

verminose por platelmintos

A profilaxia envolve:

  • criação de ovinos e bovinos sem contato com os cães;
  • não alimentar os cães com vísceras de ovinos e bovinos;
  • tratar os cães parasitados;
  • cuidado ao lidar com os cães, pois os ovos do parasita ficam aderidos aos pelos.

Veja também

O que é parasitose?

Parasitismo, parasitoses, parasitas e hospedeiros

Principais verminoses humanas – doenças causadas por vermes – sintomas

Fasciolose

Doença parasitária que acomete as vias biliares de herbívoros (bois e ovelhas, por exemplo), cujo agente etiológico é o platelminto da espécie Fasciola hepatica (classe Trematoda). A infecção de seres humanos é eventual, em geral em surtos epidêmicos.

O parasita possui o corpo semelhante a uma folha, bastante achatado dorso ventralmente, em cuja região anterior encontra-se uma ventosa e a abertura oral.

As fascíolas são hermafroditas e vivem nos canais biliares do hospedeiro vertebrado (ser humano, inclusive), onde alcançam a maturidade sexual e se reproduzem. Os ovos são lançados, com a bile, no intestino e saem com as fezes. Em meio com temperatura e umidade adequadas, os ovos eclodem e, duas ou três semanas depois, liberam o miracídio.

Em meio aquático, os miracídios penetram em caramujos (no Brasil, do gênero Lymnaea), onde se transformam e liberam cercárias. As cercárias fixam-se à vegetação aquática e convertem-se em formas encistadas denominadas metacercárias, que são a forma infectante para herbívoros e, ocasionalmente, seres humanos, que geralmente se infectam ao comer folhas de agrião ou, menos frequentemente, de alface.

No duodeno, as metacercárias saem dos cistos, atravessam a parede do tubo diges-tório e caminham pela cavidade abdominal até atingir o fígado, no qual penetram e se alojam nos canais biliares. Dois a três meses depois, já são sexualmente maduras e iniciam a postura.

metacercárias fasciolíase

A profilaxia consiste em:

  •    evitar a ingestão de verduras (principalmente agrião e alface) cultivadas com possível contato com fezes humanas (como esterco ou na água de irrigação);
  •    nas áreas com casos confirmados da doença, toda verdura consumida crua deve ser cuidadosamente lavada e tratada com hipoclorito de sódio;
  • combate aos caramujos (drogas moluscocidas ou controle biológico);
  • tratamento dos infectados (seres humanos e outros animais);
  •    saneamento ambiental;
  •    educação sanitária.

Teníase ou Solitária

A teníase ou solitária é causada pelo verme platelmeitno Tenia sp. Na figura abaixo você verá o ciclo de vida desse verme.

ciclo de vida da solitaria

Esquistossomose

Observe na figura abaixo o ciclo de vida da esquistossomose

Platelmintos - Esquitossomose

Cisticercose

A cisticercose é uma das verminoses mais perigosas que o ser humano pode desenvolver.

Doenças causadas por platelmintos

Resumo da aula Doenças causadas por platelmintos

  • ciclos de vida
  • características gerais dos platelmintos causadores de doenças
  • transmissão e profilaxia
  • principais verminoses causadas por platelmintos

Fontes:

https://www.youtube.com/watch?v=H1w9CIU1jDY

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não vai embora ainda!
Quer material pra estudar ou dar aula?
Inscreva-se grátis! 
Inscrever-se
Lembre-se, você poderá cancelar a inscrição a hora que quiser
79 Slides profissionais   Biologia e Ciências     R$ 21,00
QUERO VER OS SLIDES

Você é 
Professor(a)?

Tem um slide GRÁTIS em powerpoint pra você baixar agora. 
Baixar Slide