Início / Aulas / O projeto genoma humano dna resumo

O projeto genoma humano dna resumo

Genoma é o conjunto do material genético que caracteriza uma espécie, portanto, o projeto genoma humano visa mapear o DNA dos seres humanos. O conceito genoma, também pode ser utilizado para designar o material genético de um indivíduo. Nas últimas décadas, pesquisadores de vários países do mundo, inclusive do Brasil, estão trabalhando em diversos projetos relacionados ao tema. Um dos objetivos é mapear o genoma de diferentes espécies, ou seja, sequenciar as bases nitrogenadas de seus DNAs para localizar os genes e determinar as suas funções. Outros objetivos incluem localizar genes não conhecidos ou não identificados, analisar os produtos da síntese proteica e possibilitar a manipulação genética e as terapias gênicas.

Projeto Genoma Humano

O Projeto Genoma Humano (PGH), do qual o Brasil faz parte, teve início em 1990. Seu objetivo principal foi determinar a sequencia de DNA das células do corpo humano. Todas as informações descobertas pelas pesquisas foram armazenadas em bancos de dados públicos, isto é, que podem ser utilizados por pesquisadores do mundo inteiro para pesquisas na área da genômica. Esses dados foram usados, por exemplo, para localizar milhares de genes e para tentar desvendar suas funções.

O projeto genoma humano dna resumo

O conhecimento mais detalhado do genoma humano pode revolucionar a medicina, que poderá ser capaz de identificar genes relacionados a doenças e preveni-las ou tratá-las precocemente, mesmo antes de elas se manifestarem.

O maior desafio do Projeto Genoma Humano ainda está na definição de como o conhecimento adquirido será utilizado. Se, por um lado, as informações contidas no DNA humano poderão trazer a identificação e a cura de inúmeras doenças que hoje não têm tratamento eficaz, por outro lado poderão provocar o surgimento de conflitos de ordem ética que deverão ser analisados e discutidos pela sociedade. Alguns exemplos:

  • Se for constatada a presença de uma doença genética grave no embrião, durante a gestação, essa informação poderá ser utilizada para justificar a interrupção da gravidez?
  • As empresas poderão solicitar o genoma aos candidatos a empregos, para verificara possibilidade de desenvolverem determinadas doenças?
  • Os planos de saúde poderão ter acesso às informações genéticas dos seus usuários e estabelecer planos com valores diferenciados em função da maior ou da menor probabilidade de manifestarem doenças?
  • Os genes descobertos nas pesquisas científicas poderão ser patenteados, ou seja, suas informações poderão ser de propriedade privada?

Veja aqui no site uma aula completa sobre biotecnologia.

Genética e o preconceito racial

Durante muito tempo utilizou-se a genética de forma equivocada para justificar o preconceito racial. Dizia-se, por exemplo, que pretos eram geneticamente inferiores e incapazes de exercer determinadas funções na sociedade.

Com o avanço da genética e dos testes de DNA, evidências foram favoráveis à ideia de que pessoas de cor de pele diferente podem ter um genoma mais próximo, ou seja, apresentar maior número de genes em comum do que pessoas que tenham a mesma cor de pele. Isso ajuda a desmistifícar a ideia de subespécie, utilizada muitas vezes, historicamente, de forma pejorativa. Todavia, sabemos que os avanços nos conhecimentos em genética e em suas interpretações não são suficientes para eliminar preconceitos que foram cultivados – e até mesmo justificados pela ciência – ao longo da história da humanidade.

A cor de pele é determinada pela quantidade de melanina (substância) produzida pelos melanócitos (tipo de célula), controlada por uma parte muito pequena do genoma humano.

Projeto Genoma Xylella fastidiosa

bactéria genoma codificadoEm 13 de julho de 2000, o Brasil foi destaque no mundo ao publicar na revista Nature, uma das mais importantes publicações científicas do mundo, o sequenciamento genético da bactéria Xylella fastidiosa, causadora do “amarelinho”, praga que afeta os pomares de laranja causando enormes prejuízos. Em 130 anos de história da revista, foi a primeira vez que uma pesquisa brasileira apareceu como destaque, O projeto começou em 1997 e envolveu 197 pesquisadores de 35 laboratórios. Leia aqui a matéria completa.
A bactéria Xylella fastidiosa foi o primeiro organismo causador de doença em plantas que teve seu genoma sequenciado. Como consequência surgiu o Projeto Genoma Xylella Funcional, que busca estudar os genes de caráter patogênico da bactéria, ou seja, aqueles que mantêm relação com a doença.
0 Brasil tem muitos projetos relacionados ao genoma, alguns em parceria com outros países. Com essas pesquisas, espera-se aumentar a produtividade e a resistência a diversos fatores ambientais de espécies de interesse econômico.

 Resumo da aula O projeto genoma humano dna resumo

  • genoma é o conjunto de genes que caracteriza uma determinada espécie.
  • o projeto genoma humana trata do mapeamento dos gene dos seres humanos
  • o racismo baseado na genética não possui qualquer base para isso
  • o Brasil é o pioneiro no projeto do genoma da bactéria Xylella fastidiosa

https://youtu.be/1A1WgINx5ao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não vai embora ainda!
Quer material pra estudar ou dar aula?
Inscreva-se grátis! 
Inscrever-se
Lembre-se, você poderá cancelar a inscrição a hora que quiser
88 Slides profissionais   Biologia e Ciências     R$ 21,00

Você é 
Professor(a)?

Tem um slide GRÁTIS em powerpoint pra você baixar agora. 
Baixar Slide

Compartilhe isso com um amigo