Mundo Animal

A lenda da cobra grande da Amazônia

É possível que você já tenha ouvido falar na lenda da cobra-grande da Amazônia. Hora ou outra aparece alguma postagem no Facebook com suposta cobra-grande passeando pelos arredores de algum vilarejo, grande não, gigante.

A-lenda-da-cobra-grande-Amazônica

Se a lenda da cobra-grande é real ou não, não é possível provar, já que tal cobra nunca foi capturada ou então filmada ou alguma foto sem manipulação.

De certa forma, essa lenda lembra um pouco uma famosa história escocesa, a do Monstro do Lago Ness. Sempre aparecem imagens “comprovando” sua existência e sua veracidade.

Na internet são comuns hoax que hora ou outra sempre aparecem e são compartilhadas aos milhares como se fossem provas da autenticidade de sua existência.

Tem um vídeo bem recente que ilustra um pouco o que quero dizer. Dá uma olhada.

O que você acha desse vídeo? Seria a comprovação do monstro do lago Ness, ou melhor, a lenda da cobra-grande da Amazônia não seria tão lenda assim.

Na foto abaixo há uma suposta cobra gigante que foi flagrada em tempos digitais de fotos fáceis. Seria uma prova irrefutável?

Anaconda-flagrada-no-meio-do-Rio-Amazonas-Sucuri-Gigante-5

De certa forma, essa lenda lembra um pouco uma famosa história escocesa, a do Monstro do Lago Ness. Sempre aparecem imagens “comprovando” sua existência e sua veracidade.

Na internet são comuns hoax que hora ou outra sempre aparecem e são compartilhadas aos milhares como se fossem provas da autenticidade de sua existência.

Veja uma Aula sobre répteis

Pelo pode-se supor a origem da lenda, já que a Amazônia é lar da maior cobra do mundo: a sucuri, ou anaconda que é a mesma cobra com o nome diferente.

O habitat de tantas cobras-grandes com certeza mexem com o imaginário de um povo e há várias histórias contadas por diferentes vilas e nações indígenas. Presente no folclore amazonense, sempre aparece em antigos nas modernas festas de Parintins, onde ela é cantada, e contada em histórias fabulosas.

Boiuna, ou a lenda da Cobra Grande da Amazônia.

Uma das lendas da cobra-grande diz que há muito tempo atrás havia uma tribo amazônica em que morava uma mulher muito mal, que apreciava o sabor da carne de crianças.

Um dia a tribo descobriu os feitos dessa mulher e para por fim a suas maldades e decidiram jogá-la no rio para que ela se afogasse. Porém, um espírito do mal, chamado Anhangá, a salvou secretamente e decidiu-se casar com a mulher, que lhe deu um filho homem. Anhangá então transformou o filho em uma cobra para que ele pudesse viver no rio. Só que o garoto, ou melhor, a cobra, começou a crescer sem parar até se transformar na maior cobra do mundo que iria aterrorizar os rios da Amazônia.

Com o tempo a cobra fiou pequena para os rios e os peixes já não eram suficientes para poder alimentá-la e logo a cobra começou a caçar e abater os ribeirinhos que assim batizaram de Cobra-Grande.

Dizem que quando ela anda sobre terra firme, deixa imensos sulcos marcados pelo seu rastro. Possui uma incrível habilidade de subir em árvores e escarpas Omo se houvesse obstáculos para ela.

Veja um artigo com Várias Curiosidades sobre as Cobras

Um dia, aquela mulher perversa que pariu o menino que seria transformado em Cobra Grande morreu.  O gigante das cobras sentiu uma dor tão lancinante que toda dor se transformou em ódio e de seus olhos podiam-se se ver flechas de fogo que brotavam do fundo de sua cavidade ocular.

Essas flechas foram atiras ao céu escuro naquela noite de tempestade intensa. Depois desse dia a Cobra Grande se recolheu para o fundo das águas do rio Amazonas, e dizem que só aparece para anunciar o verão, ou sai para comemorar em dias de grandes tempestades, soltando relâmpagos e gritando trovões para assustar os ribeirinhos e tribos que moram na Amazônia. Dizem também que a cada grande temporal que é a Cobra Grande que está mudando de rio.

Sem dúvida, a série de Filmes Anaconda bebeu da influência dessas histórias. Porém, essa lenda ganhou notoriedade antes com o celebre poema Cobra Norato, sendo inclusive encenado em vários países mundo afora.

A lenda da cobra-grande é muito conhecida do povo amazonense. Essa história é contada também nas músicas, poesias, teatros e no dia a dia no Amazonas.

O que será que há de ciência nisso? Bem, a ciência nunca provou que ela não existe, mas isso não é função dela. Será que poderíamos dizer: são os mistérios da ciência.

Se você alguma versão da história da Boiuna (a lenda da cobra-grande da Amazônia), não deixe de escrever um comentário.

Link Fonte para uma história contada bem interessante sobre este causo:

https://www.youtube.com/watch?v=_t6VFgYFdhQ

Artigos relacionados

8 Comentários

  1. eu acho que e real pq o pessoal de belem vivifa lamdo dessa lemda sou de sp mais ja fui para belem e cheio de cobras bom nao tao cheio mais tem aulgumas ne os rios gramdes quado fui para la eu estava no aviao e vi um rio bem grande e uma coisa bem grandona nadando la sera que e a cobra pq passol por asse rio me deu um medo que deu vomdade de mandar o avioa voutar so pemsar me da calafrio ai credo passe pela igreja que tamto falam que a cobra esta ate hoje pois e que medo

  2. penso que seja falso pois a imagem não é nitida e com a ondulação podia ser prefeitamente um crocodilo ou jacaré de 3-6m dado a pele escamosa vista pela câmara também podia ser uma cobra talvez uma sucuri ou piton

    1. se voce olhar melhor o contorno sinuoso do animal demonstra claramente que se trata de uma cobra de porte avantajado, no Brasil não exite Piton jacare nada em linha reta, portanto caro amigo é uma anaconda sim,

  3. tenho uma história que aconteceu comigo (eu ví um imenso sucuri-só que foi no rio são francisco/samburá)achei diferente pois nunca tinha visto relatos de sucurí neste rio//// se tem interesse me passe e-mail ([email protected]).. nunca esquecerei, acho que dava prá uma pessoa passar de gatão dentro dela….

  4. Eu moro aqui no amazonas na Amazônia, e fui trabalhar com uns Maderiros a 600 kilometros da onde eu morava lá no fundo da mata mesmo, e fomos atacado por uma Sucuri de 40 metros de comprimento e e 1 metro e 10 centímetros de altura, foi uma luta pra matar mais conseguimos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de anúncio detectado

Por favor, desative o desbloqueador de anúncios!Precisamos manter o site no ar. Os anúncios nos ajudam a produzir esse conteúdo grátis pra você