X

Brônquios: função, anatomia, histologia

O que são brônquios, sua importância, os tipos localização no corpo humano

Nesta aula, veremos como os brônquios funcionam, a sua importância, anatomia, onde estão localizados e algumas das principais doenças associadas a esse órgão.

Eles são uma das principais estruturas do sistema respiratório. Por eles passa todo o ar que inspiramos e expiramos durante o processo de ventilação pulmonar.

O que são brônquios

Brônquios são as vias aéreas com a função de transportar o ar da traqueia até os pulmões. Se ramificam em estruturas menores até atingirem os bronquíolos. Ficam na região mediana do tórax e em sua anatomia com constituídos de anéis cartilaginosos e fibras musculares.

Como são estruturas que se ramificam em ramos menores, se assemelham a um tronco de árvore. Por isso é comum encontrar o termo árvore brônquica para se referir ao conjunto de brônquios em nosso corpo.

Função dos brônquios

Os brônquios funcionam principalmente como uma passagem para o ar viajar das vias aéreas superiores até o pulmão, descendo para os alvéolos e de volta para fora do corpo.

Dessa forma, os tecidos do corpo recebem oxigênio enquanto liberam o dióxido de carbono que consegue sair do corpo.

Como eles trazem ar de fora do corpo – potencialmente expondo os pulmões a agentes infecciosos – eles são revestidos por membranas mucosas.

Essa camada de muco fornece uma importante barreira para os patógenos inalados que podem ajudar a prevenir o aparecimento de infecções.

Anatomia dos brônquios

Os brônquios são constituídos por cartilagem, músculo liso e membranas mucosas. Juntas, a traqueia e as são conhecidas como árvore traqueobrônquica ou simplesmente árvore brônquica.

A junção com a traqueia começa no nível da quinta vértebra torácica. Na parte inferior da traqueia existe uma crista de cartilagem chamada carina.

A carina se divide essencialmente em dois brônquios primários; os brônquios direitos vão para o pulmão direito e o esquerdo para o pulmão esquerdo.

A cartilagem é o que evita que os brônquios entrem em colapso durante a inspiração e a expiração.

Enquanto a traqueia e os brônquios superiores contêm cartilagem em forma de C, os brônquios menores possuem “placas” de cartilagem.

À medida que os tubos se subdividem em estruturas menores (sub-segmentares), a quantidade de cartilagem diminui e a quantidade de músculo liso aumenta.

Os tubos brônquicos não contêm mais cartilagem, pois se dividem em bronquíolos terminais, bronquíolos respiratórios, sacos alveolares e, finalmente, nos alvéolos, onde ocorre a troca de oxigênio e dióxido de carbono.

A árvore traqueobrônquica é revestida por membranas mucosas compostas por células epiteliais, células caliciformes secretoras de muco e projeções semelhantes a pelos, chamadas cílios que movem partículas estranhas para cima e para fora das vias aéreas.

Tipos de brônquios

Podem ser de três tipos basicamente:

  • primários
  • secundários
  • terciários

Brônquios primários

Os brônquios primários são aqueles que se ramificam diretamente da traqueia. Por sua vez, eles se dividem em direito e esquerdo.

Brônquio principal direito: o tubo principal direito é mais curto e mais vertical que o esquerdo, com aproximadamente 2,5 cm de comprimento.

Ele se divide em tubos menores para entrar nos três lobos do pulmão direito. Devido ao ângulo em que entram nos pulmões, os fluidos aspirados (inspirados) têm maior probabilidade de entrar no pulmão direito – especificamente, o brônquio menor que entra no lobo médio direito do pulmão.

A pneumonia por aspiração, por exemplo, ocorre mais comumente no lobo médio direito.

Brônquio principal esquerdo: o tubo esquerdo é menor e mais longo que o tubo principal direito (cerca de 5 cm ou 1,5 polegadas).

Ele, por sua vez, se divide em dois brônquios lobares secundários que entram nos dois lobos do pulmão esquerdo.

Brônquios secundários

Também são chamados de brônquios lobares ou de segunda ordem. Cada uma dessas estruturas irá se para o interior de cada lobo pulmonar.

Brônquios terciários

Também são chamados de brônquios segmentares ou de terceira ordem.

Histologia

A histologia dos brônquios é muito semelhante à traqueia. Fibras elásticas e tecido frouxo constituem a lâmina.

É composto por mucosas com células caliciformes pseudo-estratificadas com presença de cílios. Abaixo dessa mucosa encontra-se tecido muscular liso.

Bronquíolos

Os bronquíolos se originam da ramificação dos brônquios terciários. São bem mais finos

Bronquite

A bronquite é a inflamação dos brônquios. Como consequência, a passagem de ar fica mais difícil e seu principal sintoma são as tosses.

A bronquite pode ter várias causas e podem ser de dois tipos basicamente: bronquite aguda e bronquite crônica.

Bronquite aguda

Na bronquite aguda, uma infecção viral geralmente começa no nariz ou na garganta e afeta as células dos brônquios, causando seu inchaço.

Os sintomas comuns de bronquite incluem tosse que geralmente envolve tosse com catarro e respiração ofegante.

Bronquite crônica

A bronquite crônica causa inflamação nos bronquíolos, causando um forte acúmulo de muco nos pulmões.

Os sintomas incluem tosse crônica e suscetibilidade a infecções bacterianas; eventualmente, respirar torna-se cada vez mais difícil.

A maioria dos casos de bronquite crônica é causada pelo tabagismo de longo prazo. A exposição de longo prazo ao fumo passivo, poluição do ar e vapores químicos também podem desempenhar um papel.

Exercícios sobre brônquios

Qual a função dos brônquios?

Transportar, aquecer e filtrar o ar antes de chegarem aos pulmões.

Leitura sugerida

Referências bibliográficas

MARTINI, Frederic H.; TIMMONS, Michael J.; TALLITSCH, Robert B. Anatomia Humana-: Coleção Martini. Artmed Editora, 2009 – Link

Saladin, K. (2012). Anatomia e fisiologia: a unidade de forma e função (6ª ed.). McGraw-Hill. Impressão.

Fontes externas

trechos parcialmente traduzidos de:
https://www.verywellhealth.com/what-is-the-bronchus-structure-function-and-conditions-2249066