Home » Aulas » Filo dos Espongiários – As esponjas do mar

Filo dos Espongiários – As esponjas do mar

O filo dos espongiários (do grego poros = passagem, orifício; e do latim ferre = levar), conhecidos popularmente como esponjas, são considerados os seres vivos mais antigos do Reino Animal. Eles habitam exclusivamente ambientes aquáticos, sendo que a maioria é marinha. Esses animais vivem fixos, normalmente sobre rochas e conchas, mas também podem se fixar sobre outras estruturas. Por não reagirem a estímulos externos, até o século XVIII os poríferos eram considerados vegetais. Atualmente, são classificados como animais por serem heterótrofos e por compartilharem outras características com esse grupo. Veja um slide e uma vídeo aula com ilustrações, explicações das principais características desse filo logo abaixo.

Estrutura dos poríferos

As esponjas têm estrutura relativamente simples, com vários orifícios muito pequenos distribuídos pelo corpo. Esses orifícios são chamados poros e é por eles que a água entra na cavidade central do corpo do animal, chamada átrio. Em algumas esponjas, há um sistema de canais antes de a água chegar ao átrio. A água, após circular pelo corpo da esponja, sai pela abertura situada na parte superior, o ósculo.

Filo dos Espongiários

Nos poríferos, existem células com funções específicas. As células especializadas na nutrição são conhecidas como coanócitos. Elas apresentam um flagelo responsável por capturar e dirigir as partículas de alimentos presentes na água para dentro das células. Esse processo é chamado de filtração. A digestão do alimento ocorre no interior do coanócito.

As substâncias resultantes da digestão do alimento passam para os amebócitos, que são células que ficam próximas aos coanócitos. Os amebócitos movimentam-se pelo corpo da esponja, usam parte do alimento digerido e distribuem o restante para as demais células do corpo.

Os amebócitos também produzem estruturas rígidas, formadas por calcário ou sílica, chamadas espículas (do latim spicullum = ponta, farpa). As espículas, junto com uma proteína chamada espongina, formam a estrutura de sustentação de algumas espécies de esponjas.

Reprodução das esponjas

A forma mais comum de reprodução de uma esponja é a assexuadaque, nesse caso, recebe o nome de brotamento. No processo, as esponjas formam pequenas saliências laterais chamadas brotos ou gemas. Esses brotos podem se separar da esponja que os originou, passando a constituir novos indivíduos, ou permanecer ali, formando uma colônia.

Regeneração

Uma das características mais interessantes dos poríferos é seu grande poder de regeneração, isto é, de reposição de alguma parte do corpo que foi perdida ou lesada. Há experimentos que mostram que, se alguns amebócitos são retirados de uma esponja e separados entre sir após certo tempo, essas células podem se agrupar novamente e se diferenciar nos outros tipos de célula de uma esponja, até a formação de um novo indivíduo.

A reprodução das esponjas também pode ocorrer de maneira sexuada, mas esta acontece de forma menos frequente. Nesse caso, a partir dos coanócitos formam-se gametas masculinos (espermatozóides) e gametas femininos (óvulos). No processo, os gametas masculinos de uma esponja são liberados pelo ósculo e podem fecundar o óvulo de outra esponja da mesma espécie. Caso ocorra a fecundação. de cada célula forma-se uma larva ciliada que depois se fixa, originando uma nova esponja.

Nem toda esponja usada pelo ser humano é um porífero

Nem todas as esponjas usadas em processos de lavagem são espécies do Reino Animal. Existem esponjas que são extraídas de plantas e outras que são sintéticas, fabricadas de substâncias extraídas do petróleo como as esponjas industrializadas.

Resumo de Filo dos Espongiários – As esponjas do mar

  • características gerais do filo dos espongiários
  • estruturas do espongiários
  • reprodução e regeneração

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não vai embora ainda!
Quer material pra estudar ou dar aula?
Inscreva-se grátis! 
INSCREVER-SE
Lembre-se, você poderá cancelar a inscrição a hora que quiser

Compartilhe isso com um amigo