ZoologiaAulas

Equinodermos: características, anatomia, habitat, alimentação, reprodução, exemplos

Veja os principais exemplos de equinodermos e suas principais características

Equinodermos significa animal com a pele dura. Seus representantes mais conhecidos são a estrela-do-mar, o ouriço, a bolacha do mar e o pepino-do-mar. Veja agora a aula logo abaixo. Use as setas para adiantar ou voltar.

Equinodermos: Características gerais

Os equinodermos, que também são chamados de echinodermatas, de  são animais encontrados exclusivamente marinhos e bentônicos. Bentônicos são aqueles que vivem no fundo. Seu corpo não é segmentado como nos anelídeos e artrópodes.

Não possuem cabeça diferenciada possui simetria bilateral somente na fase larval. Na fase adulta, sua simetria é radial. Possuem um  endosqueleto calcário.

Esses animais possuem uma característica única em todo o Reino Animal, o Sistema Ambulacral, também conhecido ambulacrário ou hidrovascular. Esse sistema possui diversas funções, entre elas, a de se locomover, se fixar em um substrato e na captura do alimento.

Veja também:

Anatomia dos equinodermos

Seu sistema digestivo é completo com a boca na parte que está em contato com o fundo e o ânus na parte superior. Também possuem um esôfago, estômago e intestino. A boca possui cinco dentes calcários, formando um conjunto mastigador chamado de Lanterna de Aristóteles.

Equinodermos - Características

A organização geral dos equinodermos foi amplamente estudada nos ouriços-do-mar. Seu endosqueleto é revestido por uma fina epiderme.

Possui cinco zonas de placas perfuradas por onde passam os pés ambulacrais. Essas estruturas com os espinhos, permitem que o animal possa se locomover. Com os espinhos os ouriços podem se defender e até escavar galerias em rochas.

Fisiologia dos equinodermos

A respiração é feita por brânquias que neste animal recebe o nome de pápula. A respiração também pode ser feita através do sistema ambulacral.

Não um sistema circulatório e nem excretor, já o sistema nervoso é feito de um anel nervoso que fica próximo à região da boca. Desta região partem nervos radiais que se espalham pelo corpo do animal.

Reprodução

São indivíduos de sexo separado e não apresentam dimorfismo sexual. A fecundação ocorre fora do corpo (fecundação externa) e o desenvolvimento é indireto, iniciando o desenvolvimento em fases larvais.

Os equinodermos possuem cinco gônadas que se abrem nos poros genitais situados em volta de uma estrutura chamada madreporito.

Classificação dos Equinodermos

Os animais deste filo estão distribuídos em cinco classes. São elas: equinoides, asteroides, holoturoides, crinoides e ofiuroides.

Equinoides

Pode ter o corpo arredondado, como é o caso do ouriço-do-mar, ou achatado, como na bolacha do mar. O endosqueleto é interligado.  Em geral, são animais herbívoros.

Asteroide

Os animais representantes desse grupo são achatados e podem ter cinco ou mais braços. São as estrelas do mar, que são carnívoras e em muitos casos pode se alimentar de presas bem maiores que ela. Possuem uma capacidade incrível de reverter o estômago que permite comer presas de porte avantajado.

Holoturoides

São animais de corpo alongado e mole. Possuem tentáculos ao redor da boca. Seus representantes mais conhecidos são os pepinos-do-mar.

Crinoides

São representados pelos lírios-do-mar. Apresentam um pequeno disco achatado com longos braços bem característicos dessa classe.

Ofiuroides

São representados pelos ofiúros, também chamados de serpentes do mar. Possuem um disco central separados dos cinco braços articulados

O que você achou da aula Equinodermos – Características? Deixe sua sugestão de aula que você gostaria de ver aqui no Planeta Biologia 

Artigos relacionados

14 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de anúncio detectado

Por favor, desative o desbloqueador de anúncios!Precisamos manter o site no ar. Os anúncios nos ajudam a produzir esse conteúdo grátis pra você