AulasCitologia

O que é citoplasma: função, estrutura, resumo

Veja quais são seus componentes, sua importância

O citoplasma é um material rico e semifluido presente em células de organismos que são fechadas pela membrana celular. Ele contém vários componentes citoplasmáticos, como o citosol, estruturas citoplasmáticas, mitocôndrias e outras organelas.

O citoplasma constitui a maior parte do volume celular. Ele é formado por um conjunto de compartimentos nos quais ocorrem reações químicas essenciais para a manutenção da vida na própria célula ou de outras células.

O citoplasma constitui a maior parte do volume celular. Ele é formado por um conjunto de compartimentos nos quais ocorrem reações químicas essenciais para a manutenção da vida na própria célula ou de outras células.

A principal função do citoplasma é ser o meio de suspensão da célula. O citoplasma nas células animais mantém as organelas das células seguras e auxilia na mobilidade da célula.

As funções do citoplasma em uma célula vegetal são quase idênticas às da célula animal. O citoplasma na célula vegetal auxilia na suspensão de organelas, suporte da estrutura interna da célula, bem como ajuda a célula vegetal a manter sua forma. Os citoplasmas, particularmente o citoplasma celular, são constituídos por vários segmentos.

O citoplasma dos procariotos

Nas bactérias, ao contrário das células eucariotas, não existem compartimentos delimitados por membranas formando organelas no citoplasma.

As membranas das bactérias, como você já viu em outras membranas, têm projeções internas na forma de moléculas de proteínas. Essas projeções podem servir de apoio para outras substâncias (enzimas), que se ligam a elas e promovem reações químicas específicas.

As proteínas são fabricadas no citoplasma a partir do material genético da bactéria, uma molécula circular de DNA. A partir dessa molécula de DNA, forma-se um tipo especial de RNA, que possibilita a ligação de aminoácidos específicos numa determinada sequência. Como você já viu, cada proteína se caracteriza por uma sequência específica de aminoácidos. Essa construção é realizada por partículas denominadas ribossomos, que se encontram dispersos no citoplasma bacteriano.

Observe, na figura abaixo, a produção de proteína no citoplasma da célula bacteriana. A fita de DNA é transcrita em uma molécula de RNA que contém a mensagem a ser traduzida (por isso, esse RNA é denominado RNA mensageiro).

O que é citoplasma: função, estrutura, resumo
Produção de proteína tendo por base moléculas de RNA (em vermelho) com a mensagem da sequência de aminoácidos a ser polimerizados. O RNA com a mensagem recebe a acoplagem de ribossomos (em verde). A mensagem de RNA é produzida a partir do DNA (em roxo) no citoplasma de uma bactéria comum em nosso intestino (Escherichia coli). Imagem obtida ao microscópio eletrônico de transmissão, colorizada por computador. Aumento de cerca de 200 mil vezes.

Além do cromossomo principal, as bactérias podem conter anéis menores de DNA, denominados plasmídeos. Eles contêm informações e podem ser trocados entre bactérias.

DNA, denominados plasmídeos

Além do cromossomo bacteriano, as bactérias podem ter pequenos anéis de DNA com poucas informações. Eles são chamados plasmídeos e são alvo de muita pesquisa biotecnológica.

Técnicas de engenharia genética utilizam os plasmídeos bacterianos para transferir informação hereditária de um organismo a outro. Foto de microscópio eletrônico de transmissão com aumento de cerca de 30 mil vezes.

Muitos processos biotecnológicos, como os empregados na produção de espécies geneticamente modificadas, utilizam plasmídeos bacterianos para transferir informação hereditária de um organismo a outro. Pesquisadores da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) têm conseguido transferir informações genéticas de uma espécie de feijão a outra, criando uma nova variedade naturalmente resistente a certas doenças e que dispensa a aplicação de produtos químicos que poluiriam o ambiente.

O citoplasma dos eucariotos

O citoplasma de células de organismos eucariotos é bem mais complexo do que o de organismos procariotos. Nos eucariotos, existem muitos compartimentos e muitas organelas que realizam diversas funções. O líquido citoplasmático (citosol) preenche o espaço entre o núcleo e a membrana plasmática e, como vimos, tem uma complexa rede formando um citoesqueleto, o qual se encarrega da sustentação e da movimentação de organelas internas.

célula animal célula vegetal
Esquemas de célula eucariota animal (à esquerda) e vegetal (à direita) com as organelas em destaque.

Todas as células têm citoplasma?

Todas as células possuem citoplasma. No entanto, o tamanho do citoplasma pode variar de uma célula para outra. Um espermatozoide totalmente diferenciado, por exemplo, perderia grande parte de suas organelas citoplasmáticas. Sua cabeça na maturidade tem muito pouco citoplasma e com núcleo extremamente compacto para uma estrutura mais ágil para motilidade.

Em contraste, o óvulo é uma célula grande devido ao grande citoplasma que possui. Na verdade, é considerada a maior célula do corpo humano, sendo cerca de 10.000 vezes maior que um espermatozoide. A razão pela qual o óvulo é grande é conter nutrientes suficientes para sustentar a vida caso seja fertilizado e dê origem a um zigoto.

Thiago Faruk

Thiago Faruk é biólogo formando pela USP e mestre em ensino de ciências e matemática pela Unicamp. É um grande prazer ser um colaborador do Planeta Biologia. Aqui minha função é produzir artigos e fazer curadoria de artigos que chegam até mim, fazendo correções, edições e oferecer aos nossos leitores o melhor conteúdo na área de biologia.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo