AulasGenética

O que são Cromossomos Homólogos – Função, definição

Metade de seus cromossomos vem do pai, a outra metade vem da mãe. Os pares de cromossomos que recebemos são chamados de homólogos

Cromossomos homólogos estão presentes em todas as células durante a divisão celular. Eles estão sempre em e são similares em comprimento, posição do gene e localização do centrômero.

A posição dos genes em cada cromossomo homólogo é a mesma, porém os genes podem conter diferentes alelos.  Os cromossomos são moléculas importantes, pois contêm DNA e as instruções genéticas para a direção de toda a atividade celular.

Eles também carregam genes que determinam traços individuais. No vídeo abaixo você entender melhor o que são cromossomos homólogos e de quebra outros conceitos importantes como genes alelos, homozigoto, heterozigoto, recessivo, dominante e cromátides. Todos relacionados com o conceito de Cromossomos homólogos.

O que são cromossomos homólogos

Cromossomos homólogos são os cromossomos que recebemos da mãe e do pai.  São semelhantes e carregam os mesmo genes. No caso dos humanos recebemos 23 cromossomos do pai e 23 cromossomos da mãe. Cada par semelhante é o homologo.

Na imagem abaixo você pode observar três cromossomos.

O que são Cromossomos Homólogos - Função, definição

Os cromossomos carregam a informação genética codificada no DNA humano. Cada pessoa tem 23 pares de cromossomos ou 46 cromossomos no total. Cromossomos homólogos são essencialmente similares em tamanho e carregam a mesma informação genética.

Quando os cromossomos homólogos aparecem

Cromossomos homólogos aparecem principalmente em dois cenários:

  • Divisão celular
  • Reprodução

Durante a divisão celular

Cromossomos homólogos existem em uma célula durante a mitose, ou divisão celular. Quando na mitose, as células se replicam – incluindo o DNA – para regenerar o tecido humano.

Embora essas cópias do DNA sejam idênticas, os cromossomos que carregam são aproximadamente do mesmo tamanho e têm a mesma informação genética de seus predecessores. Portanto, tecnicamente falando, os cromossomos produzidos durante a mitose são homólogos a um nível extremo.

Os gametas de cromossomo único, ou células sexuais, são exemplos mais comuns de cromossomos homólogos em ação. Quando uma célula sofre meiose, na criação de células sexuais, os cromossomos não se dividem de pares replicados.

Em vez disso, o par de cromossomos original e sua cópia são divididos em dois. Quais são os resultados, quatro gametas de cromossomo único. Eles são armazenados no esperma masculino e no óvulo feminino, respectivamente.

Quando uma fêmea engravida, ela combina um dos seus óvulos com um esperma masculino. Em um nível genético, seu conjunto de 22 cromossomos combina com o conjunto de 22 cromossomos de seu parceiro.

Uma vez que cada cromossomo do conjunto de 22 cromossomos da fêmea é semelhante em tamanho e contém informações genéticas semelhantes ao conjunto de 22 cromossomos do macho, eles são homólogos.

Glossário

  • Mitose– Divisão celular onde o DNA é replicado e uma nova célula se divide do original.
  • Meiose– divisão celular onde o DNA é replicado e os cromossomos individuais não formam pares. Quatro novas células se dividem do original, cada uma contendo apenas um conjunto de informações genéticas.
  • Gameta– Uma célula reprodutora masculina ou feminina que contém apenas um conjunto de informações genéticas humanas.

Leitura Sugerida

Referências

  • MENDES, Luiz OT. Observacoes citologicas em moscas das frutas. Bragantia, v. 17, n. UNICO, p. XXIX-XL, 1958.
  • DA SILVA BRAGA, Cleonice Miguez Dias; FERREIRA, Louise Brandes Moura; DE ARAÚJO GASTAL, Maria Luiza. O uso de modelos em uma sequência didática para o ensino dos processos da divisão celularRevista da SBEnBio–Número, v. 3, p. 3789, 2010
  • JUSTINIANO, Silvia Cássia Brandão et al. Genética revisando e fixando conceitos. Genética na escola, v. 1, n. 2, p. 51-53, 2006
  • CID, Marilia; NETO, Antonio J. Dificuldades de aprendizagem e conhecimento pedagógico do conteúdo: o caso da genética. Enseñanza de las Ciencias, n. Extra, p. 1-5, 2005

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de anúncio detectado

Por favor, desative o desbloqueador de anúncios! Precisamos manter o site no ar. Os anúncios nos ajudam a produzir esse conteúdo grátis pra você