BioquímicaCitologia

Endocitose e Exocitose: o que é, diferenças

Entenda dois dos mais importantes dos movimentos celulares

Neste texto vou falar um pouco sobre semelhanças e diferenças entre endocitose e exocitose. Esses processos são fenômenos relacionados ao transporte celular que ocorre entre a membrana celular e os meios internos e externos da célula.

A membrana celular não permite apenas a passagem de frações de matéria de dimensão molecular. Por vezes, permite que porções maiores de materiais entrem (endocitose) ou saiam (exocitose) da célula.

As propriedades plásticas da membrana permitem esse tipo de passagem, o que permite que algumas células englobem partículas ou mesmo outras células inteiras, em um processo de endocitose denominado fagocitose.

O que é endocitose

A endocitose é o processo de captura de uma substância ou partícula de fora da célula, envolvendo-a com a membrana celular . A membrana dobra-se sobre a substância e fica completamente envolvida pela membrana. Neste ponto, um saco ligado à membrana, ou vesícula, se separa e move a substância para o citosol. Existem dois tipos principais de endocitose:

  • A fagocitose , ou ingestão celular, ocorre quando os materiais dissolvidos entram na célula. A membrana plasmática envolve o material sólido, formando uma vesícula fagocítica.
  • A pinocitose , ou bebida celular, ocorre quando a membrana plasmática se dobra para dentro para formar um canal que permite a entrada de substâncias dissolvidas na célula, conforme mostrado na Figura abaixo . Quando o canal é fechado, o líquido é circundado por uma vesícula pinocítica.

O que é exocitose

A exocitose descreve o processo de fusão das vesículas com a membrana plasmática e liberando seu conteúdo para o exterior da célula. A exocitose ocorre quando uma célula produz substâncias para exportação, como uma proteína, ou quando a célula está se livrando de um produto residual ou uma toxina.

Proteínas de membrana recém-fabricadas e lipídios de membrana são movidos para o topo da membrana plasmática por exocitose. Para uma animação detalhada da secreção celular.

A figura abaixo, a foto de um glóbulo branco que está fagocitando uma célula de levedura, um tipo de fungo. A célula da levedura (em verde) está envolvida por uma porção de membrana plasmática, e essa vesícula é chamada fagossomo. Trata-se de um processo específico, que requer o reconhecimento do material que será fagocitado.

Um glóbulo branco é capaz de distinguir uma célula do próprio organismo de uma célula invasora. Além dos glóbulos brancos e de muitos microrganismos, como os protozoários, são poucas as células capazes de realizar fagocitose.

Fotografia de glóbulo branco ao microscópio eletrônico de transmissão mostrando fagocitose de levedura. A imagem foi colorizada, e o núcleo adquiriu cor azul-escura; a célula do fermento aparece em verde-água, com seu núcleo em roxo. O glóbulo branco tem cerca de 40 μm de diâmetro.

Outras vezes, a quantidade de matéria englobada pela célula é menor, geralmente líquida, e é inespecífica, ou seja, a célula incorpora uma mistura de substâncias que normalmente inclui pequenas frações de matéria e o líquido circundante. Esse processo é denominado pinocitose, e a vesícula resultante é denominada pinossomo. Trata-se de um processo que ocorre de forma ampla nas células.

 

Endocitose e Exocitose: o que é, diferenças
Pequenas vesículas pinocitóticas (pinossomos) ganharam a tonalidade rosa-azulada nesta fotografia colorida artificialmente por computador. Imagem obtida ao microscópio eletrônico de transmissão, com aumento aproximado de 11 mil vezes.

As células podem produzir enzimas digestivas. Revestidas por membranas, elas formam pequenas vesículas chamadas lisossomos, que ajudam a digerir o conteúdo dos fagossomos e dos pinossomos.

As células do pâncreas fabricam muitas enzimas que atuam na digestão dos alimentos. Essas enzimas são produzidas no citoplasma das células e armazenadas em vesículas que, no entanto, são mandadas para fora da célula, em um processo de exocitose.

Observe a imagem abaixo; ela corresponde a uma estrutura já vista aqui no site, em imagem obtida em outro tipo de microscópio eletrônico de varredura.

células do pâncreas
Foto de célula acinar do pâncreas, com cerca de 20 μm de diâmetro, obtida ao microscópio eletrônico de varredura. Os grânulos de secreção foram colorizados por computador com tom marrom-claro. Eles serão lançados para fora da célula, quando então suas membranas se fundem.

As células de glândulas, como as células do pâncreas, secretam substâncias ativamente, e por isso é intenso o trânsito de substâncias por seu citoplasma e através de suas membranas.

Thiago Faruk

Thiago Faruk é biólogo formando pela USP e mestre em ensino de ciências e matemática pela Unicamp. É um grande prazer ser um colaborador do Planeta Biologia. Aqui minha função é produzir artigos e fazer curadoria de artigos que chegam até mim, fazendo correções, edições e oferecer aos nossos leitores o melhor conteúdo na área de biologia.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo