Aulas

Os Mamíferos – Classificação e Características

Os mamíferos são por definição, animais que mamam. Todos os mamíferos tem como características comuns a presença de glândulas mamárias. Veja logo abaixo uma aula em vídeo e um slide  que possui muitas ilustrações  junto com informações e logo depois continue lendo o texto.

Simulado sobre os Mamíferos – teste seus conhecimentos.

Veja também as seguinte aulas

Reino Animal

Filo dos Cordados

O que vamos ver nessa aula

  • Características gerais
  • Revestimento e proteção
  • Classificação
  • Alimentação e digestão
  • Circulação e respiração
  • Excreção
  • Sistema nervos e órgãos dos sentidos
  • Os mamíferos e o ser humano

Os Mamíferos – Classificação e Características

Características Gerais

Os Mamíferos - Classificação e CaracterísticasOs mamíferos são a classe de vertebrados mais complexa e nesta classe estão os seres humanos. Este grupo de animais é encontrado nas mais diversas regiões do globo terrestre, desde regiões desérticas até os polos. Assim como as aves os mamíferos conseguem produzir e manter o calor, fato esse que proporciona os mamíferos conquistar os mais diversos tipos de territórios. Há os mamíferos que podem voar, como o morcego, outros aquáticos, Omo golfinhos, baleias e o peixe boi (também conhecido como manati), os que vivem entre a água e a terra, como urso marinho, leão marinho e focas. Há os exclusivamente terrestres como nós, os cachorros, elefantes ratos e tantos outros exemplos.

Podem ser bípedes como os seres humanos, quadrúpedes ou ainda possuir nadadeiras.

Revestimento e proteção

EpidermeO corpo dos mamíferos é total ou parcialmente coberto por pelos. Essa característica é exclusiva dos mamíferos. Não se deve confundir quando falamos de “pelos” de aranhas ou insetos, pois não são realmente pelos.

Os pelos nos mamíferos podem assumir diversas cores o que pode ajudar tanto predadores quanto as presas, além disso, ajudam na relação da temperatura corporal.

Mamíferos possuem glândulas sudoríparas e sebáceas que tem como função ajudar a diminuir a temperatura do calor e lubrificar e proteger a pele respectivamente.

As glândulas mamarias, ou mamas, só os mamíferos têm. Daí alias, vem o nome mamífero. Todo filhote de mamífero tem como sua primeira alimentação o leite.

Classificação

Domínio: Eukaryota (Eucariontes)
Reino: Animalia
Subreino: Metazoa (Metazoarios)
Filo: Chordata (Cordados)
Subfilo: Vertebrata (Vertebrados)
Infrafilo: Gnathostomata (Gnostomados)
Superclasse: Tetrapoda (Tetrápodes)
Classe: Mammalia

A classe mamalia, possui uma grande diversificação de espécies. Vamos separar inicialmente a classe mamalia em Monotremos ou Monotremados, Marsupiais e Placentários.

evolução dos mamíferos

Monotremos (Monotrêmata)

São mamíferos mais antigos presentes atualmente. Possuem várias características em comum com os répteis, grupo do qual eles se originaram. Esse animais possuem bico e as fêmeas são ovíparas. Há somente dois representantes desse grupo, o ornitorrinco e a equidna.  São encontrados na Austrália, na Tasmânia e Nova Guiné.

Aqui no site há algum tempo atrás escrevi um artigo que fala sobre algumas curiosidades sobre os ornitorrincos.

Os ornitorrincos possuem uma membrana que utilizam para facilitar sua natação e os filhotes lambem o leito na barriga das mães, pois esse animal não possui uma teta.

Marsupiais

Quase todos os marsupiais que conhecemos são australianos, como os cangurus, os diabo da tasmânia, coalas o vombate além de outros. Aqui no Brasil também tem marsupial, como os gambás, timbus e cuícas. Alias esses últimos são encontrados em boa parte da América

Os filhotes de marsupiais começam a se desenvolver dentro de um órgão das fêmeas, o útero. Esses animais não completam a gestação dentro das fêmeas e nascem prematuros. Desse modo a fêmea transporta os filhotes dentro de uma bolsa chama de marsúpio, onde os filhotes vão terminar o desenvolvimento agarrados a uma glândula mamária.

Placentários (também são conhecidos como Eutherios)

Igualmente aos monotremados e marsupiais, a fecundação pé interna. Nos placentários os embriões se desenvolvem até nascer e ficam presos no interior do útero por uma estrutura chamada placenta, que se solta somente quando o embrião vai sair do útero. Sua função é realizar a troca de gases e nutrir o feto durante a gestação.

A placenta substitui a estrutura do ovo dos répteis e aves e confere uma maior proteção para o futuro filhote.

O grupo dos placentários são os mais abundantes entre os mamíferos e podem ser divididos em vários grupos. Veja abaixo as principais ordens dos placentários:

Principais ordens de Placentários (Eutéria):

  • Lagomorpha (lagomorfos)  – Exemplos : Lebre e coelho.
  • Rodentia (roedores) – Exemplo: Rato, porco-espinho, capivara, utia e esquilo.
  • Proboscídea (probocídeos) –  Exemplo: elefante.
  • Xenarthra (edentados) – Exemplo: Tamanduá, preguiça e tatu.
  • Insetívora (insetívoros) – Exemplo: Ouriço – cacheiro.
  • Carnívora (carnívoros) – Exemplo: Cão, gato leão, morsa, hiena, .
  • Artiodactyla (artiodactílos) – Exemplo: Zebu, boi, camelo e carneiro.
  • Quiróptera (quirópteros) –  Exemplo: Morcegos. único mamíferos voadores.
  • Perissodactyla (perissodáctilos) – Exemplo: Zebra, cavalo, porco, e rinoceronte.
  • Cetácea (cetáceos) – Exemplo: Baleia e golfinho.
  • Sirenia (sirênios) – Exemplo: peixe-boi.
  • Primates (primatas) – Exemplo: Gorila chipanzé, mico e o homem.

 

Os Mamíferos - Classificação e Características

Alimentação e digestão

Os mamíferos se alimentam dos mais diversos tipos de alimentos, podem ser insetívoros, herbívoros, carnívoros e onívoros.  A forma dos seus dentes diz bastante do seu tipo de alimentação e se são presas ou predadores. Há três tipos de dentes encontrados nos mamíferos: os incisivos, caninos e molares. Para sugar o leito os mamíferos contam com lábios bem desenvolvidos.

O sistema digestório vai da boca até o ânus, com exceção dos monotremados que possuem cloaca.

Nos ruminantes, o alimento é engolido sem ser mastigado e depois volta para a boca para ser mastigado.

Circulação e respiração

Assim como nas aves, a circulação dos mamíferos é fechada e não há mistura de sangue venoso com sangue arterial. O coração possui quatro cavidades, sendo dois átrios e dois ventrículos. O fato do sangue oxigenado não se misturar com o sangue venoso garante aos mamíferos uma maior eficiência metabólica.

A respiração é exclusivamente pulmonar, mesmo em animais aquáticos como golfinhos, baleias e peixes boi. Graças a presença de milhares de alvéolos nos pulmões, os mamíferos possui o sistema respiratório mais eficiente. Músculos do diafragma que além de separar o tórax do abdome auxiliam na respiração através da diferença de pressão quando estes músculos contraem e descontraem.

Excreção

Os rins são os órgãos responsáveis pela inscrição nos mamíferos, retirando do sangue substâncias tóxicas que estão em excesso. A bexiga urinária é a responsável pelo armazenamento de urina produzida nos rins.

Nos mamíferos é bastante comum o uso da urina para demarcação de território, isso é importante para vários animais, pois assim delimitam um espaço para procurar alimentos reproduzir e garantir seus descendentes.

Sistema nervoso e órgãos dos sentidos

No mamíferos o sistema é dorsal e atinge o máximo de complexidade entre todos os seres vivos. O cérebro é mais desenvolvido e isso possibilita uma grande vantagem na disputa com outros animais.

Os mamíferos possuem diversos sentidos, entre eles os mais conhecidos são visa, audição, olfato, paladar e tato. Alguns outros animais como os tubarões possuem sentidos como a percepção de campos elétricos. Alguns biólogos falam em seis sentidos comuns aos mamíferos, sendo o sexto sentido a própriocepção, que é o fato do animal sentir sede e fome por exemplo. No caso dos humanos esse sentido estaria relacionado também a sentidos como saudade e amor por exemplo.

Reprodução

Nos mamíferos é sempre reprodução sexuada. Como exceção dos monotremados (ovíparos), todos são vivíparos, desenvolvem-se dentro do útero da mãe.

Órgãos com útero e ovário são exclusivos dos mamíferos e como já vimos, alguns possuem placenta.

O tempo de gestação e o número da prole são variáveis de espécie para espécie.

Os mamíferos e o ser humano

Os seres humanos interagem com várias espécies de mamíferos desde há mui9to tempo. Essa interação se dá de várias formas e em muitos casos é bastante prejudicial, visto que há muitas espécies em perigos de extinção. Há já no currículo da humanidade a culpa por várias extinções frutos das ações humanas.

Alguns termos que também estão relacionados aos mamíferos:

  • Subclasse Prototheria
  • Subclasse Theria
  • Infraclasse Marsupialia
  • Infraclasse Placentalia
  • Superordem Afrotheria:
  • Prototheria metatheria e eutheria

Resumo da aula Os Mamíferos – Classificação Características Evolução – Resumo

  • Todos mamíferos tem glândulas mamárias e pelos
  • podemos classificá-los em Monotremos ou Monotremados, Marsupiais e Placentários
  • podem ser herbívoros, insetívoros, carnívoros e onívoros
  • O coração possui quatro cavidades: a circulação é fechada, não há mistura de sangue venoso com sangue arterial.
  • Junto com as aves tem o sistema sensorial mais desenvolvido do Reino animal
  • Se reproduzem de maneira sexuada

O que achou da aula Os Mamíferos – Classificação e Características? Não esqueça de dar suas opniões

Fontes

http://www.tolweb.org/tree?group=Mammalia&contgroup=Therapsida
https://www.youtube.com/watch?v=uMmX8p8xUYw&feature=youtu.be

https://planetabiologia.com/classe-mammalia-evolucao-reproducao-e-fisiologia/

Redação Planeta Biologia

Planeta Biologia é uma site de educação com foco na produção de conteúdos para ensino fundamental e ensino médio. Desde 2012 escreve, produz slides e vídeos com o objetivo de auxilar o ensino de ciências e biologia

8 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar