Fontes e tipos de poluição da água – resumo

Sem água, não existiria vida na Terra (pelo menos não do modo como a conhecemos). Não existe dúvida de que a água deve ser preservada, mas isso nem sempre acontece, e o ser humano é o principal responsável por essa situação. Veja uma vídeo aula com o resumo dessa aula e depois continue com a leitura.

Diariamente são lançadas milhares de toneladas de resíduos domésticos e industriais, pesticidas agrícolas e outras substâncias nos rios, lagos e mares em toda a Terra.

Observe a imagem: O que poderia ter causado a morte desses peixes? Por que a cor da água está diferente? Será que pode existir alguma forma de vida nesta Lagoa? Como essa água pode ser tratada para ficar limpa novamente?Fontes-e-tipos-de-poluição-da-água---resumo

A POLUIÇÃO DA ÁGUA

A qualidade da água está relacionada com o destino que se dá a ela. A água usada para gerar energia elétrica não precisa ter a mesma qualidade da água usada para consumo humano, por exemplo. A água para consumo não pode conter micro-organismos causadores de doenças nem substâncias tóxicas (poluentes), enquanto a água para geração de energia elétrica não precisa estar tratada.

Para considerar se determinada água está poluída ou contaminada, precisamos saber o uso que ela terá e se a quantidade de poluentes e microrganismos está acima de um certo nível estabelecido, conhecido como padrão de qualidade.

Caso essa água contenha substâncias ou microrganismos patogênicos (que causam doenças) em quantidade abaixo do padrão de qualidade, ela é apenas considerada contaminada. Se os poluentes e microrganismos superarem esse padrão de qualidade, então a água estará poluída.

Veja a aula Doenças causadas pela água contaminada para complementar essa aula.

O lançamento de resíduos na água não é um fenômeno novo. Quando as cidades eram pequenas vilas, não havia preocupação com a poluição das águas, que eram limpas e abundantes. Naquela época, a quantidade de resíduos lançados na água era pequena e a ação dos microrganismos presentes na água era suficiente para consumir a maioria desses resíduos.

Com o crescimento das cidades e com o desenvolvimento da agricultura e das indústrias, não só aumentou a quantidade de resíduos lançados na água, como novos tipos de resíduos surgiram. A quantidade e os tipos de resíduos industriais, agrícolas e domésticos aumentaram tanto que os microrganismos dos rios, sozinhos, não eram mais suficientes para despoluir a água.

Atualmente, os principais fatores relacionados à poluição da água incluem o lançamento de esgotos domésticos e industriais, o uso descontrolado de fertilizantes e de pesticidas e o vazamento de petróleo nos oceanos.

Esgoto doméstico

Em algumas localidades, toda a água usada para lavar roupa, lavar louça, tomar banho e dar descarga no vaso sanitário é despejada em córregos. O que você vê saindo do cano na fotografia a seguir é o que chamamos de esgoto doméstico, que é uma mistura de água com resíduos das residências.

O esgoto contém grande quantidade de matéria orgânica, que pode ser utilizada como alimento por microrganismos existentes na água, o que favorece a sua proliferação. Esses microrganismos, para obter energia, consomem o gás oxigênio dissolvido na água. Dessa maneira, diminui a quantidade de gás oxigênio disponível para a sobrevivência de outras espécies aquáticas, o que pode provocar a morte delas, como vimos na fotografia de abertura deste capítulo.

Fertilizantes e pesticidas

0 uso descontrolado de fertilizantes e de pesticidas na agricultura moderna é causa tanto da poluição dos solos quanto da poluição dos recursos hídricos superficiais e subterrâneos.

A chuva e a água usada na irrigação arrastam para os rios e lagos o excesso de fertilizantes e de pesticidas usados na agricultura, provocando grave perturbação ambiental, como a morte de seres vivos. Esses produtos também podem se infiltrar no solo e contaminar águas subterrâneas.

Ao atingir as águas de um lago ou de um rio, por exemplo, os fertilizantes favorecem a proliferação de algas que geralmente vivem na superfície da água. Dependendo do tipo de alga do lago, sua superfície adquire uma coloração azul-esverdeada, vermelha ou acastanhada.

A presença de algas na superfície da água impede que a luz do sol chegue ao fundo do lago. Sem luz, não há fotossíntese e, consequentemente, há redução da quantidade de gás oxigênio dissolvido na água e há morte das plantas.

Com a morte das plantas do lago, há aumento do número de microrganismos decompositores, que consomem cada vez mais o gás oxigênio, provocando a morte de peixes e outros animais. Pode haver liberação de gases tóxicos ou de cheiro desagradável. Esse fenômeno descrito é conhecido por eutrofização.

Fontes e tipos de poluição da água - resumo

Esgoto industrial

No Brasil existem leis ambientais rigorosas que proíbem o lançamento de esgotos industriais diretamente no ambiente: ele deve ser tratado antes de ser lançado nos rios.

Entre os resíduos tóxicos presentes no esgoto industrial, os mais nocivos são os chamados metais pesados – chumbo, mercúrio, cádmio, crômio e níquel. Se ingeridos pelos seres humanos, podem causar diversos problemas pulmonares, cardíacos, renais e do sistema nervoso central, entre outros. Um dos mais tóxicos é o mercúrio, comumente usado por garimpeiros na separação do ouro.

Vazamentos de petróleo

Uma grande parte do petróleo extraído de poços é transportada por navios petroleiros pelos oceanos. Quando ocorrem acidentes com esses navios, ou quando são feitas lavagens de seus motores e de seus reservatórios, o petróleo pode vazar para o mar, formando grandes manchas negras que se espalham na superfície.

Essas manchas escuras impedem a passagem da luz e a penetração do gás oxigênio na água, comprometendo o processo de fotossíntese e a respiração de várias espécies.

As aves aquáticas são muito afetadas pelos vazamentos de petróleo. Quando suas penas ficam cobertas de petróleo, elas não conseguem mais voar ou nadar e morrem porque não conseguem se alimentar.

POLUIÇÃO TÉRMICA

Usinas nucleares, centrais elétricas, refinarias de petróleo, siderúrgicas e outras indústrias precisam utilizar água para resfriar máquinas e motores. A água usada nos processos de refrigeração fica quente e, muitas vezes, é lançada diretamente em mares ou rios.

O aumento da temperatura desses ambientes aquáticos reduz a quantidade de gás oxigênio dissolvido na água, pois ele é perdido para a atmosfera. A diminuição da oxigenação da água prejudica diversas formas de vida aquáticas. Além disso, o aumento da temperatura da água não é adequado para a sobrevivência de diversos organismos, que acabam morrendo ou migrando para outras áreas.

Resumo da aula Fontes e tipos de poluição da água – resumo

  • As principais fontes de poluição da água.
  • As principais consequências da poluição da água.
  • O processo de eutrofização.

https://www.youtube.com/watch?v=PIilD8q1Lu4&feature=youtu.be

Quer receber mais AULAS GRÁTIS?

inscreva-se em nosso canal no YouTube
 

botao-youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer receber mais AULAS GRÁTIS?

inscreva-se em nosso canal no YouTube
 

botao-youtube

close-link
Não vai embora ainda!
Quer material pra estudar ou dar aula?
Inscreva-se grátis! 
Inscrever-se
Lembre-se, você poderá cancelar a inscrição a hora que quiser
close-link

Você é 
Professor(a)?

Tem 1 Slides GRÁTIS pra você baixar.
Baixar Slides
close-link
Close