Início / Aulas / Poluição do ar e gases poluentes da atmosfera

Poluição do ar e gases poluentes da atmosfera

A poluição do ar pode ser causada pela presença de substâncias estranhas, que não fazem parte de sua composição natural, ou pela variação das concentrações de seus componentes naturais, como é o caso do gás carbônico, que devido a um aumento na concentração na atmosfera da Terra, essa variação está provocando o efeito estufa. Veja um vídeo abaixo que fala da poluição e o efeito da inversão térmica.

Atualmente, considera-se que os seres humanos sejam os responsáveis pela poluição do ar e pelo desequilíbrio das propriedades do ar atmosférico, e que a maior parte dessa poluição é consequência das queimadas e da queima de combustíveis fósseis como o carvão e os derivados de petróleo.

Poluentes Atmosféricos

Poluição do ar e gases poluentes da atmosfera

Até aproximadamente 150 anos atrás, o ar tinha boa qualidade e era adequado para a maioria dos seres vivos. Nessa época, como consequência da Revolução Industrial, surgiram as grandes indústrias, que começaram a lançar substâncias poluentes no ar.

Um dos produtos desenvolvidos industrialmente foram os automóveis, muitos deles movidos pela queima de combustíveis derivados de petróleo. Esse é, atualmente, o principal responsável pela poluição do ar nas grandes cidades.

Devido ao aumento da população, ao crescimento das cidades e ao surgimento de cada vez mais indústrias, a quantidade de poluentes lançados na atmosfera tem aumentado muito, afetando a qualidade do ar que respiramos.

Tanto na queima de uma vela como na queima da gasolina no motor de um automóvel são produzidas várias substâncias, algumas delas consideradas potencialmente poluentes.

Material particulado

material sólido ou líquido em suspensão no ar

As cores diferentes que observamos na fumaça que sai do escapamento dos automóveis são uma evidência da formação de diferentes substâncias, como o gás carbônico, o monóxido de carbono, o vapor-d’água e a fuligem, que é formada por pequenas partículas sólidas de carvão. Quanto mais escura é a fumaça, mais materiais particulados há nela.

Não conseguimos ver essas substâncias olhando a chama de uma vela, mas podemos provar a existência de uma delas de maneira bastante simples: colocando um pires de porcelana branca sobre a chama da vela. Rapidamente percebemos o aparecimento de uma mancha preta no fundo do pires: é a fuligem.

O material particulado pode ser formado por sólidos ou líquidos em suspensão no ar. Os componentes mais comuns do material particulado produzido pelo ser humano são a fuligem e as diferentes fumaças. A inalação desses materiais pode provocar ou agravar reações alérgicas e doenças pulmonares, como asma e bronquite.

Causas naturais também podem lançar na atmosfera materiais particulados, por exemplo a poeira do solo e o pólen das flores.

Gases poluentes

principais poluentes

Além dos materiais particulados, existem vários gases que também provocam poluição do ar, dependendo da quantidade, ou seja, da sua concentração no ar. Entre eles, os óxidos de enxofre e nitrogênio, o monóxido de carbono e o gás carbônico.

Gás carbônico

Você já sabe que o gás carbônico é um dos componentes do ar. Nas últimas décadas, a quantidade desse gás que é lançada na atmosfera tem aumentado muito, provocando alterações ambientais. Diversos fatores são responsáveis por esse acréscimo. São alguns deles:

  • aumento do número de veículos que utilizam gasolina, óleo diesel, gás naturale álcool (etanol) como combustível;
  • aumento do número de indústrias que utilizam carvão, óleo diesel e gás naturalcomo combustível;
  • aumento do número de queimadas;
  • desmatamento: com menos vegetação, menor quantidade de gás carbônico éretirada do ar para a realização da fotossíntese.

As alterações ambientais são motivo de preocupação mundial, como o aquecimento global, relacionado com a intensificação do efeito estufa. O aumento da quantidade de gases responsáveis pelo efeito estufa provoca uma elevação da temperatura média da superfície terrestre, o que pode ter sérias consequências, como o derretimento das calotas polares, o aumento do nível dos mares e o aumento de desastres climáticos (tempestades, furacões, enchentes etc.), entre outros.

O gás carbônico é o principal responsável por esse fenômeno, mas não é o único. Existem outros gases que também colaboram com o aquecimento global: o gás metano, proveniente da decomposição de material orgânico; gases do tipo clorofluorcarboneto (CFC), presentes em alguns aerossóis, aparelhos de ar condicionado, geladeiras etc.; e ainda o óxido de nitrogênio, que se forma nos motores dos veículos.

Protocolo de Kyoto

A preocupação com a poluição do ar é tão grande que a maioria dos países do mundo se reuniu em 1997, na cidade de Kyoto, no Japão, e assinou um acordo denominado protocolo de Kyoto, que entrou em vigor em 2005. Por esse tratado internacional, os países se comprometeram a reduzir as emissões dos gases responsáveis pelo aumento da temperatura média da Terra, devido ao aumento do efeito estufa. Na época, os três países responsáveis pelas maiores emissões de gás carbônico eram os Estados Unidos, a China e a Rússia.

Em 2012, os 194 países reunidos na 18a Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP-18), que ocorreu em Doha (Catar), aprovaram a prorrogação do Protocolo de Kyoto até 2020, embora alguns países tenham se desvinculado do acordo.

Alguns ativistas ainda exigem medidas urgentes para enfrentar a mudança do clima, uma vez que as negociações que ocorrem nas conferências propõem pouca ou nenhuma ação concreta para responsabilizar os maiores emissores de gases do efeito estufa ou para promover ações que protejam os ambientes naturais ou as pessoas dos efeitos das mudanças climáticas.

Óxidos de enxofre e de nitrogênio – chuvas ácidas

O carvão e os derivados do petróleo apresentam enxofre em sua composição. Quando as usinas geradoras de energia queimam carvão para produzir eletricidade e os veículos queimam gasolina ou óleo diesel, o enxofre também é queimado, originando um gás poluente chamado dióxido de enxofre. Vale lembrar que a chuva ácida também pode ter causa natural. quando o vulcão entra em erupção, libera na atmosfera imensas quantidades de óxidos de enxofre e notrogênio.

óxido de enxofre e nitrogênio

Um jeito brasileiro

A gasolina e o óleo diesel são obtidos a partir do petróleo, que é uma fonte de energia não renovável. Esses são os combustíveis mais utilizados pelos carros e caminhões em todo o mundo. Quando queimados, liberam na atmosfera, entre outros gases, o dióxido de enxofre, um dos principais responsáveis pela poluição nas grandes cidades.

No Brasil, o álcool comum (etanol) é produzido a partir da cana-de-açúcar, sendo, portanto, uma fonte de energia renovável. Quando queimado, ele não libera dióxido de enxofre. Assim, podemos perceber que o uso do álcool como combustível de carros ajuda a diminuirá poluição atmosférica nas cidades, se usado em substituição à gasolina e ao óleo diesel.

Durante a queima dos combustíveis nos motores dos veículos, formam-se também outros gases, chamados de óxidos de nitrogênio.

Esses gases, em maior quantidade nas grandes cidades, ficam espalhados no ar e podem ser transportados pelo vento a grandes distâncias.

A presença desses gases no ar pode provocar irritação nos olhos, nariz, garganta e pulmões e agravar doenças respiratórias.

Quando esses gases se combinam com a água presente na atmosfera, originam ácidos, que retornam para a superfície da Terra durante as chuvas. Essas chuvas são denominadas chuvas ácidas. Veja também uma aula sobre poluição da água.

As chuvas ácidas podem causar danos às florestas, prejudicar a agricultura e deixar mais ácida a água de rios, lagos e represas, tornando-a imprópria para a sobrevivência de algumas espécies. Além disso, ela pode corroer estruturas metálicas e monumentos.

Ozônio: mocinho ou bandido

A aproximadamente 50 km de altitude, há uma camada formada por gás ozônio, que tem a importante função de filtrar os raios UV (ultravioleta) que fazem parte da luz solar. Essa camada permite a passagem de apenas 7% desses raios, aproximadamente. Nesse caso, o ozônio age como “mocinho”, pois nos protege.

Existem algumas substâncias chamadas de CFC ( clorofluorcarbonetos ) que, quando lançadas na atmosfera, destroem a camada de ozônio, abrindo verdadeiros “buracos”. Esses buracos permitem a passagem de uma quantidade maior de raios UV, que são nocivos ao ser humano e podem causar a morte de muitos microrganismos e plantas, provocando um desequilíbrio no ambiente da Terra.

Durante o verão, os raios solares agem sobre um dos óxidos de nitrogênio (um gás de cor castanha) e provocam a formação do ozônio próximo à superfície da Terra. 0 ozônio formado perto da superfície afeta o sistema respiratório e produz inflamação das vias respiratórias dos seres humanos e animais. Nesse caso, o ozônio age como “bandido”, pois prejudica nossa saúde.

Monóxido de carbono

É um gás incolor e inodoro que se forma na queima incompleta de madeira, carvão, álcool, derivados de petróleo etc.

0 monóxido de carbono é um gás extremamente tóxico. Pode causar envenenamento e levar seres humanos e animais à morte por asfixia. Ele pode ser produzido por diferentes equipamentos e em diferentes situações, como em aquecedores de água, chaminés obstruídas, caldeiras, equipamentos portáteis usados para cozinhar, aquecedores portáteis a gás ou parafina, em fogões de cozinha, entre outros.

0 motor de um carro, quando ligado, também produz monóxido de carbono, que sai pelo escapa-mento. Se o carro estiver em um ambiente aberto, o monóxido de carbono produzido se espalha pelo ar. Nesse caso, nâo existe grande risco de intoxicação. Porém, se o motor do carro estiver ligado em um ambiente fechado, como uma garagem ou um túnel sem ventilação, o monóxido de carbono acumula-se, podendo ser perigoso para a saúde. Por esse motivo, nos túneis normalmente existem sistemas de ventilação, mas, quando ocorrem congestionamentos dentro deles, recomenda-se desligar o motor.

Pessoas expostas a concentrações elevadas de monóxido de carbono podem sofrer problemas de visão, tontura, dor de cabeça, desmaio ou mesmo morrer.

Resumo da aula Poluição do ar e gases poluentes da atmosfera

  • A poluição do ar.
  • As principais fontes poluidoras por material particulado.
  • Os principais poluentes gasosos.
  • O aquecimento global.
  • A chuva ácida.
  • As fontes e os efeitos da poluição por monóxido de carbono.

Fontes:
https://www.youtube.com/watch?v=iM4UlM95uHI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não vai embora ainda!
Quer material pra estudar ou dar aula?
Inscreva-se grátis! 
Inscrever-se
Lembre-se, você poderá cancelar a inscrição a hora que quiser
79 Slides profissionais   Biologia e Ciências     R$ 21,00
QUERO VER OS SLIDES

Você é 
Professor(a)?

Tem um slide GRÁTIS em powerpoint pra você baixar agora. 
Baixar Slide