Curiosidades sobre o Ornitorrinco

Existem várias curiosidades sobre o ornitorrinco, a começar pelo seu nome, ou seria porque ele se parece um pato com garras de ariranha, ou será porque ele é um mamífero que bota ovo. Sim, ornitorrincos são animais que possuem glândulas mamárias, botam ovos comem pequenos peixes,  seus filhotes nascem cegos e já estão no planeta há milhões de anos.

Bom, de qualquer forma, esse bichinho é bastante curioso sobre diversos pontos de vistas. Neste artigo você verá algumas curiosidades sobre esses animais que estão entre os mais curiosos do Reino Animal.cordados vertebrados.

curiosidades sobre o ornitorrinco

Quer ver uns insetos bem bizarros? Então você tem que clicar em Insetos bem esquisitos.

Top 5 curiosidades sobre o Ornitorrinco

5 – A origem do nome

Ornitorrinco

O nome científico: Ornithorhynchus anatinus, do grego: ornitho, ave + rhynchus, bico; e do latim: anati, pato + inus, semelhante a: “com bico de ave, semelhante a pato”. Ou seja, é a ave bico de pato que não é pato. Lembre-se, ele é um mamífero, seus filhotes mamam.

Veja também:

4 – Hábitos do bichinho

Não é boêmio, mas preferem à vida noturna, suas atividades começam em geral com o fim entardecer, são carnívoros e tem em sua dieta insetos e crustáceos principalmente. São adaptados a vida aquática.

3 – Pra variar, Austrália.

A Austrália parece ser a terra dos animais exóticos, como os famosos cangurus e koalas. Pois é, lá é terra do ornitorrinco também.

2 – Ouvindo debaixo d água.

Quando está na água, o ornitorrinco utiliza os ouvidos para se guiar, pois seus olhos e narinas ficam fechados durante o mergulho. Em seu bico esse animais possuem sensores que são capazes de perceber mudanças elétricas mínimas e assim utilizam essa habilidade para achar bichinhos bem escondidos, esse sentido é bem semelhante ao do tubarão.

1 – Características e classificação.

Seu tamanho aproximado é de 40 centímetros. As fêmeas produzem leite durante o período de amamentação mesmo sendo ovíparas.

Em relação a sua classificação são mamíferos da família dos monotremados Sua pele possui uma adaptação tanto para a vida na água quanto na terra e o macho da espécie possui um veneno muito potente que pode até ser comparado a de algumas serpentes.

Infográfico em espanhol que mostra outras curiosidades sobre o ornitorrinco. Clique na imagem para ampliar

Evolução dos ornitorrincos

Aposto que você não sabia a maioria das curiosidades que falei aqui sobre os ornitorrincos.

Imagine um animal que caça ajudado graças a sua capacidade de perceber diferenças elétricas pelo bico. Aposto que seu bico não faz isso. Machos que possuem ferrão. E um animal que ao mesmo tempo produz leite e põe ovos. Esse é o ornitorrinco.

Mais sobre o Ornitorrinco

  • Um ornitorrinco é coberto com três camadas de pelo castanho espesso.
  • Ornitorrincos vivem perto de riachos e lagos em partes da Austrália.
  • Eles comem vermes e outros pequenos animais que vivem na água.
  • Um ornitorrinco tem pés palmados, um bico como o de um pato, um rabo como o de um castor.
  • As fêmeas põem ovos assim como as galinhas e  alimentam seus filhotes com leite.

O ornitorrinco é um animal único que confundiu os primeiros europeus que vieram para a Austrália. Quando um ornitorrinco foi enviado para a Inglaterra, os cientistas acharam que era um truque. Que partes de vários animais haviam sido reunidas para se tornar um animal falso.

Um ornitorrinco tem pés palmados e um bico como o de um pato. Tem um rabo que se parece um pouco com um castor, põe ovos que se parecem com ovos de répteis e tem pelos e alimenta seus filhotes com leite produzido pela glândula mamária como um mamífero.

Demorou muitos anos até os cientistas conseguirem classificar o ornitorrinco. É um mamífero, mas em um grupo especial juntamente com a equidna : é um monotreme , ou mamífero que põe de ovos.

Habitat e Distribuição (onde é encontrado)

Ornitorrinco é uma espécie que vive ao lado de rios de água doce, riachos e lagos no leste e sudeste da Austrália, estendendo-se de Queensland até Victoria e Tasmânia.

Eles cavam longas tocas, com a entrada dessas tocas acima do nível da água e bem escondida.

Aparência e comportamentos

Os ornitorrincos têm pés palmados e uma cauda larga e chata com cerca de 12 centímetros de comprimento que os ajuda a nadar. Quando nadam, os ornitorrincos fecham os ouvidos e os olhos e ficam submersos por cerca de dois minutos de cada vez. Eles têm pele grossa à prova d’água que os ajuda a manter o calor, em camadas para que sua pele não fique molhada. Além disso, é capaz de ficar até dois minutos debaixo da água sem precisar respirar.

Alimentação

Os ornitorrincos estão mais frequentemente à procura de comida antes do amanhecer e por algumas horas antes do pôr do sol. No entanto, eles não são completamente noturnos e são muito ativos durante o dia.

Eles se alimentam de criaturas que vivem em rios, riachos e lagos. Eles tem nervos especiais que detectam o movimento da presa. O ornitorrinco coleta vermes, camarões, larvas de insetos e outros pequenos animais aquáticos, principalmente   peixes pequenos.

A comida é armazenada em bolsas de bochecha até o ornitorrinco nadar até a superfície para comê-lo. Quando comem comida, os ornitorrincos a esmagam com almofadas duras e cheias de tesão nas mandíbulas superiores e inferiores. Eles não têm dentes.

O corpo

O corpo de um ornitorrinco pode ter até 45 centímetros de comprimento. Eles podem pesar até 2,3 kg. Os machos são maiores que as fêmeas.

Os ornitorrincos machos também têm um esporão afiado, parecido com uma garra, atrás dos tornozelos em suas patas traseiras.

As esporas são conectadas a glândulas de veneno (veneno). Os ornitorrincos machos podem usá-los para se proteger de predadores e para combater outros ornitorrincos machos durante a época de acasalamento.

O veneno não é fatal para os seres humanos, embora cause inchaço e muita dor.

O ornitorrinco usa seus pés com membranas para nadar.

Ciclo da vida

As fêmeas constroem um ninho de grama úmida e folhas em uma câmara no final de uma longa toca de nidificação quando é hora de pôr ovos.

A umidade ajuda a manter a temperatura da câmara certa para os ovos e os jovens. Ela carrega plantas da beira da água, enrolando o rabo ao redor dos feixes.

Após o acasalamento com um ornitorrinco macho, (entre junho e outubro), uma fêmea se fecha na câmara de nidificação bloqueando a entrada com o solo e coloca um ou dois ovos, mas não é raro por até três ovos em seu ninho.

Ela se deita enrolada com os ovos entre o corpo e a cauda para protegê-los até que eclodam. Bebês pequenos e nus saem dos ovos após cerca de dez dias. Eles bebem leite que escorre do corpo de sua mãe, sugando-o de sua pele. Sua sucção é como a ação de um aspirador de pó, porque um monotremado feminino não tem mamilos como outros mamíferos. Os jovens ficam com a mãe por até quatro meses, após os quais podem nadar sozinhos e procurar por comida.

Status de Conservação e Ameaças

O ornitorrinco não corre grandes riscos e é considerado como sendo de “menor preocupação de extinção”. No entanto, é muito difícil saber o tamanho da população dessas criaturas tímidas e difíceis de detectar.

Leia mais sobre o ornitorrinco aqui:

http://www.animalfactguide.com/animal-facts/platypus/

Leia mais aqui e escolha vídeos para assistir, incluindo bebês pequenos, sem pêlos e cegos dentro do ninho:

http://www.arkive.org/platypus/ornithorhynchus-anatinus/video-09d.html

Dê uma olhado nesse artigo do Estadão falando do genoma desses animais.
Fonte: http://ciencia.estadao.com.br/noticias/geral,grupo-de-cientistas-decifra-genoma-do-ornitorrinco,168916

Espero que tenha gostado do artigo Curiosidades sobre o Ornitorrinco. Seria bem legal saber o que você achou, se você tem alguma curiosidade sobre algum outro animal deste mundo. Mande suas dicas. Esse site em boa parte é feito assim, da contribuição e da curiosidade de quem lê… e de quem escreve também

Até a próxima postagem!!!

5 thoughts on “Curiosidades sobre o Ornitorrinco”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close