Filo dos Cordados – Resumo

O filo dos cordados é representado pelos animais que pelo menos em alguma fase de seu desenvolvimento apresentaram um estrutura chamada notocorda, está estrutura dá nome ao filo e é característica exclusiva do filo dos cordados. Veja a vídeo aula e um slide logo  abaixo.

 

Filo dos Cordados – Resumo

A estrutura chamada notocorda dá nome ao filo dos cordados. A foto logo abaixo representa o desenvolvimento embriológico da notocorda. Observe.

Filo dos cordados resumo

Estude o Reino Animal

Esses animais podem ser encontrados nos mais diversos tipos de habitats e apresentam uma grande variedade no que diz respeito a forma do corpo e comportamento. Podemos encontrar cordados em ambiente marinhos, dulcícolas, ambientes terrestres dos mais diversos, secos úmidos, tropicais, desérticos só pra citar alguns exemplos.

Uma característica importante dos cordados é a presença do endoesqueleto, ou seja, possuem esqueleto interno, a funcionamento dos organismos por sistemas, como o digestivo, respiratório, sistema vascular entre outros.

Veja esta aula sobre sistema circulatório.

A provável origem dos cordados vem dos peixes primitivos sem mandíbulas. Acredita-se que as lampreias estão entre os primeiros representantes do filo dos cordados. Lampreias são animais aquáticos e não possuem mandíbula. Sua boca é circular e sem ossos capazes de fazer movimentos de morder, possuem esqueleto cartilaginoso e não possuem vértebras.

A imagem logo a seguir, ilustra de forma bastante resumida a evolução dos vertebrados.

Evolução dos cordados

Classificação dos Cordados

 Podemos dividir os cordados em dois subfilos: os Protocordados e os Vertebrados

Os protocordados são divididos em duas classes:

  • Urochordata
  • Cephalochordata

Seus representantes mais conhecidos são a ascídia e o anfioxo.

Há cinco classes principais de Vertebrados, sendo eles os peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos. Uma forma de memorizar estas classes e pensar na palavra PARAM.

P eixes

A nfíbios

R épteis

A ves

M amíferos

Peixes

Os peixes são animais vertebrados e possuem mandíbulas que possibilitam o movimento de mordedura. São encontrados tantos em ambientes marinhos quanto dulcícolas. A temperatura de seu corpo é determinada pelo ambiente, ou seja, são animais ectodérmicos. Tome cuidado ao falar que peixes são animais de sangue frio, pois quente e frio são relativos. Se água estiver “quente” como em vários lagos e águas de regiões tropicais, o peixe terá a temperatura da água em que ele vive, da mesma forma uma espécie de peixe que vive em regiões polares também terá a mesma temperatura que seu ambiente. Por isso deve-se dizer que a temperatura é determinada pelo ambiente.

A maioria das espécies possui esqueleto ósseo, mas há também os que possuem esqueleto cartilaginoso, como o tubarão e a arraia.

O corpo dos peixes é coberto por escamas e também possuem cauda e nadadeiras.

Em breve haverá uma aula com mais detalhes sobre os peixes. Assine nossa newsletter e fique sabendo quando a aula estiver pronta.

Veja está aula sobre os Peixes

Anfíbios

O significa da palavra anfíbio diz muito sobre esta classe do filo dos cordados. Veja o significado

Amphi = duplo, ambos

Bios = vida

Algo como vida dupla. Isso porque os anfíbios possuem uma fase aquática e uma fase terrestre. Há aproximadamente 300 milhões de anos surgiram os primeiros anfíbios que ocuparam entre a terra e a água. Mesmo na fase adulta, que é terrestre, os anfíbios são extremamente dependentes da água, principalmente para a reprodução.

Entre seus representantes mais conhecidos estão os sapos rãs, pererecas, salamandras e cobras cegas. As principais ordens desta classe são os anuros e urodelos.

Assim como nos peixes sua temperatura é determinada pelo ambiente, sendo assim, são animais ectodérmicos.

Veja está aula sobre anfíbios

Répteis

Veja essa Aula sobre os Répteis

Répteis são animais ectodérmicos, ou seja, tem a temperatura corporal determinada pelo ambiente. São encontrados geralmente em regiões quentes e diferentes dos anfíbios, são adaptados a um clima seco, pois possuem a pele coberta de escamas e placas resistentes ao calor e superfícies rugosas, cortantes e ásperas.

É Encontrado uma grande variedade no que diz respeito a forma corporal, como as tartarugas, que possuem quatro membros e um casco de proteção, já as cobras, que não possuem nenhum membro porém apresentam uma longa coluna vertebral.

As principais ordens dessa classe são os quelôneos, squamata, e os crocodilianos.

Veja essa aula sobre a importância econômica dos répteis.

Aves

As aves são cordados que conseguem controlar sua temperatura corporal independente da temperatura do ambiente (dentre de certos limites, é claro), por isso são animais endodérmicos. Além disso, a maioria das aves podem voar, graças a aerodinâmica de seu corpo, seus ossos porosos e o corpo coberto de penas

Uma confusão muito comum em relação a esta classe é a noção de que aves e pássaros são a mesma coisa, não é bem assim. Nem toda ave é um pássaro. A ordem dos pássaros é uma entre tantas da classe Ave. Na aula sobre aves entraremos em maiores detalhes sobre a sua classificação.

Uma característica bastante marcante em relação as aves, é que o sangue venoso não se mistura com o sangue arterial. Isso possibilita a esses animais ter um metabolismo mais dinâmico.

A variedade desses animais é muito grande, seja na forma do corpo, tamanho, cores, formato do bico e dos membros inferiores.

Evolutivamente, muitos estudos apontam que as aves são os descendentes dos dinossauros.

Em uma aula bem dinâmica e interativa você vai aprender bastante sobre essa classe. Assista nossa aula sobre As Aves

Mamíferos

Todo mamífero possui glândulas mamárias, e produzem leite para alimentar seus filhotes. Em alguma fase de seu desenvolvimento têm seu corpo recoberto por pelos.

Assim como nas aves, são capazes de controlar sua temperatura corporal, pois são endodérmicos. Seu esqueleto é interno e possuem vértebras.

São encontrados nos mais diversos habitats, desde água doce, como o peixe boi, ou em água salgada como baleias e golfinhos. Podem ser encontrados também em ambientes secos ou úmidos, frio ou quente. Há inclusive os que voam, como o morcego.

Evolutivamente, o desenvolvimento dos mamíferos está associado a extinção dos dinossauros, pois apenas com o fim desses répteis é que os mamíferos puderam crescer e se diversificarem.

Veja nossa Aula sobre os Mamíferos. Nesta aula são tratados assuntos como suas características gerais, classificação, reprodução, fisiologia, alimentação, habitats e reprodução. Veja lá!

Assine também a nossa newsletter para ficar sabendo.

Uma das fontes que utilizei para escrever o artigo Filo dos Cordados – Resumo está em https://en.wikipedia.org/wiki/Chordate

O que você achou dessa aula sobre o Filo dos Cordados Resumo? Não esqueça de deixar seus comentários. Não se esqueça também que no topo da página há uma caixa de slides em que este assunto está com maior detalhamento e muito mais ilustrações.

Licença Creative Commons
Este Material de Planeta Biologia, exceto eventualmente materiais gerados externamente está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição 4.0 Internacional.

https://www.youtube.com/watch?v=LGzxJ4dG_54&feature=youtu.be

18 thoughts on “Filo dos Cordados – Resumo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close