Aulas

O que é glomérulo renal e o que é filtrado glomerular

Entenda como funcionam os glomérulos e como se forma o filtrado glomerular

O glomérulo é uma rede de capilares sanguíneos presentes dentro de cápsula renal, onde água e resíduos serão filtrados do sangue para formar o filtrado glomerular. O glomérulo é responsável pela filtração sanguínea e é composto por um tufo de capilares.

Os glomérulos são estruturas que compõe os néfrons. Suas células endoteliais estão interconectadas com células epiteliais especializadas, chamadas podócitos, e com células mesangiais.

O processo de formação do filtrado glomerular no interior da capsula renal é chamado de filtração glomerular.

Função dos glomérulos

A função dos glomérulos é eliminar os resíduos presentes no sangue. Resíduos nitrogenados, aminoácidos, hormônios, água e sais minerais passam do glomérulo para a cápsula de Bowman.

A cápsula de Bowman, ou cápsula renal, envolve os glomérulos e todo material filtrado é coletado e enviado para os túbulos renais.

Os resíduos e a água eliminadas pelo glomérulos irão formar um líquido chamado filtrado glomerular

O sangue entra nos capilares via arteríolas justa glomerulares e o filtrado glomerular é liberado no espaço de Bowman e flui para o túbulo renal proximal.

O que é filtrado glomerular

O filtrado glomerular é uma solução líquida formada principalmente por água, sais minerais, íons, hormônios e aminoácidos. Esse filtrado glomerular irá formar mais tarde a urina depois que passar por todos os túbulos urinários.

É formada quando os resíduos são filtrados junto com a água e passam do glomérulo para a cápsula de Bowman.

Logo depois de formada, o filtrado glomerular será encaminhado para o túbulo contorcido proximal.

O que é filtração glomerular

É o processo em que o glomérulo filtra do sangue a água e outras substâncias. Como resultado da filtração glomerular, teremos o filtrado glomerular.

Como o glomérulo seleciona o que entra no filtrado glomerular?

As células endoteliais têm um corpo celular com folhas citoplasmáticas fenestradas circundando o capilar. As fenestrações permitem que íons e outros substratos passem por essa camada e entrem na membrana basal subjacente.

A permeabilidade do endotélio é afetada pelo fator de crescimento endotelial vascular. Quando essa estrutura é ligado ao receptor VEGF das células endoteliais glomerulares, induz a formação de fenestrações e aumenta a permeabilidade das células endoteliais.

Ainda não se sabe direito como as células endoteliais filtram seletivamente o plasma. A teoria tradicional (dois poros ou modelo hétero-poroso) sugere que as células endoteliais têm muitos poros pequenos e alguns poros maiores que permitem a passagem de moléculas de tamanhos diferentes para o GBM.

Essa teoria não pode explicar como a albumina, com um diâmetro de aproximadamente 70 Å, não passa pelos poros maiores ou obstrui os poros pequenos.

Também foi sugerido que o endotélio do lado luminal também é carregado negativamente por causa de um glicocálice (feito de glicoproteínas e glicosaminoglicanos), que repele substâncias carregadas negativamente como a albumina.

No entanto, nos últimos anos, uma explicação alternativa foi oferecida para explicar como a barreira de filtragem impede que pequenas proteínas entrem ou obstruam os poros.

Essa teoria é referida como modelo eletrocinético. Este modelo sugere que um campo elétrico é criado pela convecção e difusão de íons de cargas diferentes através da barreira de filtração.

O campo elétrico impede que proteínas carregadas negativamente atravessem a barreira da filtração e afasta efetivamente a albumina da membrana basal por corrente elétrica, como um gel de eletroforese.

Contextualizando os glomérulos com outras estruturas dos rins.

A unidade funcional do rim é o néfron, formado pelo glomérulo, cápsula de Bowman e pelo túbulo urinífero, (túbulo proximal, alça de Henle, túbulo distal, túbulo de conexão e ducto coletor). Veja o esquema do néfron.

Entenda como a importância e como funciona uma alça de Henle

Talvez o néfron seja o conjunto estrutural mais importante do sistema urinário. Isso porque, é nesse conjunto estrutural que toda a filtragem do sangue é feita e a urina é formada.

Leitura sugerida

Sistema excretor humano

Referencias bibliográficas

Parcialmente traduzido de:
https://www.kidneynews.org/kidney-news/features/the-glomerulus-the-parts-that-form-greater-whole

Daniel Pereira

Daniel Pereira é biólogo graduado pela Unesp e atualmente faz especialização em ensino de ciências e matemática. Professor de ciências e biologia é também o fundador do site Planeta Biologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar