FisiologiaAnatomiaAulas

Função do sistema urinário: anatomia, estrutura, órgãos

Entenda a importância do aparelho urinário humano

sistema urinário é responsável pela filtragem do sangue, armazenamento e excreção da urina. É composto pelos rins, bexiga, ureter e uretras. A principal função do sistema urinário é a excreção de produtos nitrogenados do corpo, os quais contêm ureia em sua composição e manter a concentração estável de água e sais minerais.

Todas as células do corpo humano, em suas atividades metabólicas, produzem detritos, excretas. Esses produtos do metabolismo celular são recolhidas pelo sangue. A sobra desse metabolismo deve ser eliminado. É aí que entre em ação o sistema urinário.

Dê uma olhada no excelente vídeo logo abaixo, você entender bem o que está escrito nos textos que se seguem.

A excreção é o processo de eliminação das substâncias produzidas pela atividade celular, ou seja, dos resíduos do metabolismo. Em excesso, essas substâncias podem ser prejudiciais ao organismo.

O sistema urinário também participa da regulação do volume de água no corpo, da reabsorção de potássio e de outras substâncias importantes, como água, aminoácidos e glicose.

Veja também:

Função do sistema urinário

Qual a função do sistema urinário? De maneira bem resumida, podemos dizer que o sistema urinário é responsável por regular a concentração de água no corpo.

O sistema urinário mantém tudo em equilíbrio, removendo resíduos, do sangue, como ureia, excesso de sais minerais, excesso de água e outras coisas que o corpo não precisa.

A ureia é produzida quando a proteína, encontrada nas carnes, é decomposta no corpo.

De onde vem esses resíduos?

O corpo pega o que precisa dos alimentos e o transforma em energia. Depois disso, os resíduos são deixados para trás no intestino e no sangue.

É aí que entra em ação o aparelho urinário mantendo a concentração e os processos de homeostase.

Anatomia do Sistema urinário

A anatomia do sistema urinário humano é bastante complexa. Nessa seção vamos ver suas principais partes.

Os órgãos do sistema urinário

O sistema urinário humano é constituído por um par de rins e pelas vias uriníferas. 

Podemos dizer que os órgãos do sistema urinário são os seguintes:

  • Rins
  • Bexiga
  • Ureter
  • Uretra

A principal diferença pode ser observada no tamanho da uretra. A imagem abaixo mostra bem isso.

masculino feminino órgãos excretores

Vejamos um pouco mais dos detalhes de cada um desses órgãos em detalhes.

Rim

Os rins, que medem pouco mais de 10 centímetros de altura, estão localizados na cavidade abdominal, um de cada lado da espinha dorsal.

medula córtex renal

Cada um deles é formado por duas partes principais: córtex renal medula renal. Entre as principais estruturas dos rins podemos citar as seguintes:

  • Córtex renal
  • Medula renal
  • Pelves renais
  • Cálices
  • Néfrons
  • Corpúsculo renal
  • Corpúsculo de Malpighi
  • Cápsula de Bowman
  • Túbulo Contornado Proximal
  • Alça de Henle
  • Túbulo Contornado Distal
  • Ducto Colector

Os rins têm outras funções importantes. Eles controlam a pressão sanguínea e produzem o hormônio eritropoietina. Esse hormônio controla a produção de glóbulos vermelhos na medula óssea. Os rins também controlam o equilíbrio ácido-base e conservam líquidos.

Função dos rins

São os rins que de fato regulam a concentração de água, sais minerais e filtram o sangue retirando os metabolitos produzidos pelas células.

Ureter

O ureter é uma estrutura em forma de tubo estreito, responsável por transportar a urina dos rins até a bexiga.

Músculos nas paredes do ureter continuam apertando e relaxando. Isso força a urina para baixo, para longe dos rins.

Se a urina se retrair ou se deixar parar, pode ocorrer uma infecção nos rins. A cada 10 a 15 segundos, pequenas quantidades de urina são esvaziadas na bexiga pelos ureteres.

Bexiga urinária

Fig 2 - Características anatômicas da bexiga.

A bexiga tem a função de receber e armazenar a urina produzida nos rins e transportada pelo ureter. A urina é eliminada da bexiga pela uretra.

Este órgão oco em forma de triângulo está localizado na parte inferior da barriga. É mantido no lugar por ligamentos que estão ligados a outros órgãos e ossos pélvicos.

As paredes da bexiga relaxam e se expandem para armazenar a urina. Eles se contraem e achatam para esvaziar a urina através da uretra. A bexiga adulta saudável típica pode armazenar em média 300 ml de urina por 2 a 5 horas.

Há dois músculos esfíncteres circulares ajudam a impedir que a urina vaze, fechando firmemente como um elástico ao redor da abertura da bexiga.Os nervos na bexiga alertam uma pessoa na hora de urinar ou esvaziam a bexiga.

Uretra

É pela uretra que a urina é eliminada do corpo. Este tubo permite que a urina passe para fora do corpo. O cérebro sinaliza os músculos da bexiga para apertar. Isso aperta a urina da bexiga.

Ao mesmo tempo, o cérebro sinaliza os músculos do esfíncter para relaxar, deixando a urina sair da bexiga através da uretra. Quando todos os sinais acontecem na ordem correta, ocorre a micção normal.

Veja também 

Como o sistema urinário funciona

A função dos rins é filtrar o sangue. Eles chegam a filtrar todo o sangue do corpo até 400 vezes por dia. O sangue chega aos rins por meio da artéria renal e sai deles pela veia renal.

A artéria renal ramifica-se e seus capilares penetram nos rins, chegando aos néfrons, que são as unidades funcionais do rim. Essas estruturas microscópicas estão localizadas no córtex e na medula renal.

Os néfrons fazem a filtragem do sangue e eliminam as excretas produzidas nessa filtragem. Eles são compostos de duas partes: uma rede de capilares e um tubo coletor.

rede de capilares inclui os vasos subdivididos da artéria renal e os vasos que se juntam na veia renal. Em uma das regiões os capilares estão enovelados, formando o glomérulo.

tubo coletor é composto pela cápsula renal, que envolve o glomérulo, um túbulo que é permeado por capilares sanguíneos e termina no dueto coletor.

Ao final do dueto coletor está a pelve renal, que encaminha a urina recolhida dos néfrons para o ureter, o qual, por sua vez, desemboca na bexiga, que está localizada na cavidade pélvica.

A bexiga – um órgão que apresenta parede muscular elástica – recebe a urina vinda dos dois ureteres, um de cada rim. Em seguida, a urina armazenada passa pela uretra, que tem a abertura para o meio externo.

Na maior parte do tempo a comunicação entre a bexiga e a uretra permanece fechada pela ação de um músculo presente no final da uretra denominado esfíncter urinário.

Durante o ato de urinar, as paredes da bexiga contraem e o esfíncter relaxa. A urina então flui da bexiga para fora do corpo pela uretra. Nos homens a uretra termina no final do pênis e, nas mulheres, na vulva.

Veja também:

Um recurso muito interessante pra estudar a anatomia do sistema urinário é o site innerbody, em inglês, onde você poderá ver online as principais estruturas do aparelho urinário.

Sistema urinário masculino

Existem algumas diferenças entre o sistema urinário feminino e masculino.

Há órgãos presentes no sistema urinário que fazem parte do sistema genital masculino também, como por exemplo a próstata, a vesícula seminal e o pênis.

Você poderá comparar isso na imagem abaixo.

Sistema excretor humano

Sistema urinário feminino

O sistema urinário feminino, diferente do masculino, possuem não divide a saída da urina como acontece nos homens.

A principal diferença está no tamanho da uretra. A uretra feminina e menor e também não está associada a próstata.

Urina

A urina é formada por elementos retirados do sangue, o qual circula dentro do rim por meio de capilares. O sangue chega aos rins pelas artérias renais, que são ramificações da artéria aorta. A artéria renal direita vai para o rim direito, e a esquerda, para o rim esquerdo.

Etapas da formação da urina

É nos glomérulos que começa o processo de formação da urina. Cada um deles é envolvido por uma cápsula renal, que recebe do sangue elementos como água, sais minerais, ureia, glicose e outras moléculas de pequeno tamanho.

O resultado desse processo é a formação do filtrado glomerular. Esse filtrado segue, então, da cápsula renal em direção ao dueto coletor, passando pelo túbulo renal.

 Ao passar por esse túbulo, o filtrado tem sua composição modificada. A maior parte da água é reabsorvida pelos capilares sanguíneos, bem como a glicose, algumas vitaminas e sais minerais, as quais são substâncias importantes para a manutenção do organismo.

Ao longo desse trajeto, mais de 99% da água filtrada no glomérulo é reabsorvida e o líquido que penetra na pelve renal constitui a urina propriamente dita.

A única substância que não é reabsorvida é a ureia, que vai ser o principal constituinte da urina. A urina chega ao dueto coletor formada também por substâncias tóxicas ou residuais, algumas substâncias úteis mas que estão em excesso no organismo e água.

A importância da filtragem do sangue

O metabolismo gera produtos de que o corpo não precisa. Durante a respiração celular, por exemplo, há absorção de gás oxigênio e produção de gás carbônico, o qual precisa ser eliminado do organismo.

O órgão que desempenha a função de capturar o gás oxigênio do meio e eliminar o gás carbônico do organismo é o pulmão.

Função do sistema urinário

Os rins, por sua vez, eliminam os demais produtos e excretas do metabolismo. Eles removem do sangue os resíduos e o excesso de substâncias, como água e sais, mantendo o sangue sempre com aproximadamente a mesma concentração dessas substâncias. Por isso, eles também são responsáveis pela manutenção da homeostase.

Quando há maior ingestão de sal, os rins eliminam mais sal na urina para manter uma concentração semelhante dessa substância no organismo.

O inverso também ocorre: quando há pouca ingestão de sal, os rins evitam que essa substância seja excretada.

O excesso de água no corpo também é liberado pela urina. A pessoa que ingere maior quantidade de líquidos tende a ficar com a urina mais clara.

A que ingere pouca quantidade de líquidos tende a ficar com a urina mais escura e com um cheiro mais forte: as excretas (que têm odor forte) estão mais concentradas, pois há menos água na urina.

Além dos líquidos, o organismo pode absorver água de alimentos, como frutas e vegetais. Quando não há ingestão suficiente de água, o cérebro informa ao corpo que é preciso consumi-la.

É quando a pessoa sente sede. Além disso, o cérebro produz um hormônio que age nos rins, impedindo-os de excretarem água. Quando a ingestão de líquidos é normalizada, o hormônio passa a ser inibido.

Algumas deficiências do sistema urinário

Quando os rins não funcionam direito, as toxinas se acumulam no sangue e pode ocorrer desequilíbrio da homeostase, levando o organismo a adoecer.

Hemodiálise

hemodiálise é o processo de separar artificialmente essas substâncias em excesso, quando os rins não cumprem essa função. A pessoa que está doente tem seu sangue filtrado por uma máquina de hemodiálise, que substitui as funções renais.

Um cateter leva o sangue para o equipamento, no qual ele é filtrado antes de retornar ao corpo. Esse processo pode demorar até seis horas.

Outra doença que pode afetar o sistema urinário é o cálculo renal, popularmente conhecido por “pedras nos rins”. Esses cálculos são estruturas rígidas que surgem no sistema urinário em decorrência de um acúmulo anormal de certas substâncias, as quais se agregam e se cristalizam.

Os cálculos renais podem ser formados em qualquer parte do trato urinário. Muitas vezes, eles são diminutos, com poucos milímetros, e eliminados normalmente seguindo o mesmo caminho da urina.

À medida que essas pedras viajam pelo trato urinário, a pessoa pode sentir uma dor intensa, por vezes acompanhada de vômitos e cólicas renais.

Em casos graves, a pedra formada pode ser grande demais para ser expelida, e a pessoa deve passar por uma cirurgia ou outro procedimento médico para quebrar tal pedra.

As pessoas que tem propensão à formação de cálculos renais devem seguir uma dieta diferenciada, sempre sob orientação médica.

Veja aqui no site uma outra aula sobre o sistema excretor humano.

Atividades e exercícios

Sugestão de questionário e exercícios sobre o sistema urinário

1. Quais são as funções do sistema urinário?

As principais funções do sistema urinário são manter a concentração de água e sais minerais no corpo, e faz isso filtrando o sangue e eliminando os excessos através da urina.

2. Quais são os principais órgãos do sistema urinário?

Há várias estruturas relacionadas ao sistema urinário, porém podemos considerar como os principais órgãos do sistema urinário os dois rins, dois ureteres, uma bexiga urinária e a uretra.

3. O que são infecções urinárias?

São infecções de diversos tipos que acometem os órgãos desse sistema ou qualquer estrutura do trato urinário

4. O que são vias uriníferas?

As vias uriníferas são compostas por um par de rins, um par de pelves renais, um par de ureteres, uma bexiga urinária e uma uretra.

Leitura sugerida

Referências bibliográficas

  • RODRIGUES, Francisco José; BARROSO, Ana Paula. Etiologia e sensibilidade bacteriana em infecções do tracto urinário. Rev. Port. Sau. Pub.,  Lisboa ,  v. 29, n. 2, p. 123-131,  jul.  2011 .   Disponível em <http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0870-90252011000200005&lng=pt&nrm=iso>. acessos em  15  maio  2020.
  • BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: introdução aos parâmetros curriculares nacionais (Vol. 1). Brasília, 2000. 150p. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/ciencias.pdf.>. acessos em  15  maio  2020.
  • DA SILVA FILHA, Raimunda Trajano; DA SILVA, Artemisa Amorim; FREITAS, Silvia Regina Sampaio. Uma alternativa didática às aulas tradicionais de ciências: aprendizagem colaborativa e modelização aplicadas ao ensino do sistema urinário. Cadernos de Educação, v. 15, n. 31, p. 87-105, 2016. ISSN

Fonte: Oficina do Saber, de Alice Costa Carla Newton Scrivano – Editora Leya

Artigos relacionados

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de anúncio detectado

Por favor, desative o desbloqueador de anúncios!Precisamos manter o site no ar. Os anúncios nos ajudam a produzir esse conteúdo grátis pra você