Sistema excretor humano

O conjunto de reações químicas que ocorre no corpo humano – e que garante a vida – produz também substâncias que podem fazer mal ao organismo e, por isso, precisam ser eliminadas pelo sistema excretor humano. Antes de continuar sua leitura, veja a vídeo aula logo abaixo pra entender

A imagem menor mostra um cristal formado por fosfato de cálcio, uma das várias substâncias que devem ser eliminadas pelo sistema urinário. Consumir pelo menos dois litros de água por dia é um dos bons hábitos para ajudar o corpo a eliminar substâncias.

Você tem ideia de onde os cristais da imagem podem ser encontrados no nosso corpo? Que outros hábitos devem ser adquiridos para ajudar na eliminação de substâncias que podem nos fazer mal?

A ELIMINAÇÃO DE SUBSTÂNCIAS

O processo pelo qual o organismo elimina substâncias que podem fazer mal ao organismo é a excreção e é realizado principalmente pelo sistema excretor.

Veja uma aula de Fisiologia Humana com os Principais sistemas do corpo humano.

Sistema excretor humano é o conjunto de órgãos que produz e elimina a urina, líquido que contém as substâncias a serem excretadas do organismo. É formado por dois rins, dois ureteres, uma bexiga e uma uretra.

Veja também Os órgãos do corpo humano.

O sangue chega aos rins pelas artérias renais e sai deles pelas veias renais. A urina formada é conduzida pelos ureteres até a bexiga, onde é armazenada. A eliminação da urina é feita por meio da uretra.

OS ÓRGÃOS DO SISTEMA EXCRETOR

Comparação entre os órgãos internos e externos de homens e mulheres.

Sistema excretor humano

masculino feminino órgãos excretores

Os rins e a formação da urina

Os rins são os principais órgãos do sistema excretor humano. Localizam-se na parte posterior do abdômen, um de cada lado da coluna vertebral. Têm cerca de 11 cm de comprimento, a forma de grãos de feijão e são vermelho-escuros, devido à cápsula renal que os reveste e os protege.

Nos rins podem ser identificadas duas partes, uma externa, chamada córtex, e uma interna, chamada medula.

medula córtex renal

Os néfrons são as estruturas dos rins responsáveis pela filtração do sangue e por todos os processos envolvidos na formação da urina. Nessas estruturas podemos reconhecer regiões com funções específicas, como o glomérulo, a cápsula renal, os túbulos e o dueto coletor.

A filtração do sangue ocorre no glomérulo – uma rede de capilares sanguíneos formados pelas ramificações da artéria renal e da veia renal. Durante esse processo, componentes do sangue, como sais minerais, açúcares, aminoácidos e ureia, atravessam a parede dos capilares sanguíneos junto com parte da água em direção às cápsulas. Outros componentes do sangue, como células, proteínas, vitaminas e a maior parte da água, permanecem nos capilares e retornam à circulação sanguínea.

Função do sistema urinário

Os componentes que passaram para as cápsulas dirigem-se para o túbulo. Nessa região ocorre reabsorção de parte das substâncias, como aminoácidos, açúcares e sais minerais, que voltam para o sangue. No túbulo ficam os elementos que formam a urina. Ela é captada pelo dueto coletor, passa para o ureter e fica armazenada na bexiga, de onde é conduzida para fora do organismo por meio da uretra.

Sistema excretor humano – curiosidades.

O que indicam os exames de urina?

Alterações na composição da urina podem ser importantes indicativos de problemas de saúde em outras partes do corpo.

Pode-se conseguir diversas informações sobre o funcionamento do organismo por meio de exames simples como o urina tipo I, no qual são observadas características como cor, transparência, presença ou não de substâncias sólidas (até mesmo de células), presença ou não de diversas substâncias dissolvidas, entre elas glicose e proteínas, além de acidez. A detecção de partículas sólidas como cristais de fosfato de cálcio e de ácido úrico pode indicar a presença de cálculos renais, conhecidos como pedras nos rins; a detecção de glicose pode indicar que o paciente pode ter diabetes.

Quando há suspeita de infecção por micro-organismos, um exame conhecido por urocultura pode detectar a presença de fungos e bactérias na urina. A urocultura consiste em aplicar um pouco de urina sobre uma placa com meio de cultura. Mantida em condições controladas, a placa serve como ambiente adequado para a proliferação de microrganismos.

Veja também: o aparelho reprodutor masculino

aparelho reprodutor feminino

A saúde do sistema excretor humano

Como o sistema urinário é responsável por eliminar diversas substâncias que podem causar danos ao organismo, é de grande importância cuidar da saúde de seus órgãos. Ingerir grandes quantidades de líquidos e evitar alimentos ricos em cálcio ou em sal são hábitos que atuam como medidas preventivas contra doenças do sistema excretor.

As doenças mais comuns que afetam a saúde do sistema excretor são a presença de cálculos renais, inflamações e infecções urinárias.

Os cálculos renais podem ser causados por alguma alteração no funcionamento dos rins, ingestão insuficiente de água ou ingestão demasiada de alimentos com cálcio. A formação de cálculos renais inicia-se quando cristais de determinadas substâncias se aglomeram, formando pedras que podem entupir diferentes partes dos rins ou ureteres. Os sintomas são: cólicas, dor na parte inferior das costas, náuseas, vômitos e presença de sangue na urina.

0 tratamento médico inclui o uso de medicamentos e até mesmo a utilização de ultrassom para quebrar os cálculos, o que facilita a sua eliminação pela urina.

EM PRATOS LIMPOS

Bebidas isotônicas podem fazer mal a saúde?

As bebidas isotônicas vendidas no comércio contêm água, açúcares e sais minerais em proporções próximas às encontradas nos fluidos do corpo humano. São indicadas para repor rapidamente o líquido e os sais minerais eliminados pelos atletas durante os treinos e as competições.

A ingestão de isotônicos sem necessidade coloca sais em excesso no organismo, gerando uma sobrecarga para os rins, que terão de trabalhar intensamente para excretá-los.

As cistites, como são chamadas as infecções da bexiga, podem ser causadas por algumas bactérias e fungos. A forma mais comum de contaminação é por bactérias da flora intestinal. Os homens adultos raramente têm infecção urinária, já que a distância entre o ânus e a uretra dificulta a contaminação. No corpo feminino, no entanto, a proximidade entre o ânus e a vagi na favorece a chegada de bactérias e de fezes.

Quando as infecções urinárias não são tratadas, podem interromper o funcionamento dos rins, causando um acúmulo de substâncias, como ureia e ácido úrico, no organismo.

A insuficiência renal caracteriza-se pela diminuição ou parada total da atividade dos rins e, consequentemente, da produção de urina, levando ao acúmulo de substâncias prejudiciais ao corpo no sangue. Se não for tratada, pode levar o paciente à morte. Seu tratamento inclui o controle da pressão sanguínea e do diabetes. Pode ser necessário realizar hemodiálise, que é um processo pelo qual o sangue do paciente é filtrado artificialmente por uma máquina.

Nos casos em que o rim não funciona mais e a hemodiálise não é suficiente, pode ser necessário fazer um transplante renal.

Resumo da aula sistema excretor humano

  • Os componentes do sistema excretor humano.
  • As funções dos rins.
  • O néfron e seu papel como a estrutura responsável pela filtração do sangue. As principais doenças que afetam o sistema excretor.
  • A importância da hemodiálise na manutenção da vida de um paciente com insuficiência renal.

Fontes:

https://www.youtube.com/watch?v=nnv0LJcnyeM

Quer receber mais AULAS GRÁTIS?

inscreva-se em nosso canal no YouTube
 

botao-youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer receber mais AULAS GRÁTIS?

inscreva-se em nosso canal no YouTube
 

botao-youtube

close-link
Não vai embora ainda!
Quer material pra estudar ou dar aula?
Inscreva-se grátis! 
Inscrever-se
Lembre-se, você poderá cancelar a inscrição a hora que quiser
close-link
Baixe 5 Slides profissionais - GRÁTIS    
BAIXAR

Você é 
Professor(a)?

Tem 1 Slides GRÁTIS pra você baixar.
Baixar Slides
close-link
Close