Principais sistemas do corpo humano

Nesta aula faremos pequenos resumos da fisiologia dos principais sistemas do corpo humano e suas funções. Veremos alguns detalhes dos sistemas circulatório, cardiovascular, linfático, digestório, respiratório, excretor, urinário, nervoso, muscular, esquelético e tegumentar. Veja antes esse vídeo logo abaixo e depois continue lendo o texto baixo do vídeo.

Sistema digestório humano 

A camada muscular do tubo ou sistema digestório realiza contrações ondulatórias — os movimentos peristálticos —, que impelem os alimentos ao longo de seu comprimento.

As glândulas anexas (glândulas salivares, fígado e pâncreas) lançam seus produtos na luz (cavidade) do tubo ou sistema digestório. Na boca, os alimentos se misturam à saliva, que é produzida pelas glândulas salivares (parótidas, submandibulares e sublinguais). Após a deglutição, através do esôfago os alimentos chegam ao estômago, onde se misturam ao suco gástrico

No estômago, por ação do suco gástrico, os alimentos transformam-se em uma massa cremosa — o quimo —, que passa para o intestino delgado, cuja porção inicial (aproximadamente 30 cm) representa o duodeno; o restante inclui o jejuno e o íleo. No intestino delgado, os alimentos entram em contato com a bile, suco pancreático e o suco entérico.

O intestino grosso é um tubo com formato de U invertido; sua primeira porção é uma região sacular chamada ceco, onde se abre o apêndice vermiforme. Em seguida ao ceco, vem o cólon (ascendente, transverso, descendente e sigmoide). O intestino grosso é colonizado por uma importante flora bacteriana, que produz vitaminas (como a vitamina K e algumas do complexo B) e dificulta o crescimento de bactérias patogênicas.

A porção final do tubo digestório é constituída pelo reto, que se abre no ânus.

Sistema digestório anatomia

Veja a aula Sistema digestório

Sistema Respiratório 

No sistema respiratório humano, a entrada e a saída do ar normalmente ocorrem pelas narinas, que se comunicam com as cavidades nasais, em cujo interior há dobras chamadas conchas nasais, que forçam o ar a turbilhonar. O revestimento das cavidades nasais tem células produtoras de muco e células ciliadas, cujos cílios batem em direção à faringe, varrendo a camada de muco. Esse revestimento é o epitélio muco ciliar, encontrado também em porções inferiores das vias aéreas, como na traqueia e nos brônquios.

Veja também Os órgãos do corpo humano.

Além de filtrado, o ar que passa pelas cavidades nasais é aquecido e umidificado, tornando-se saturado de vapor-d’água. Após atravessar as cavidades nasais, passa para a faringe e entra na laringe pela glote, sobre a qual se encontra a epiglote, que funciona como uma válvula, impedindo que os alimentos penetrem nas vias aéreas durante a deglutição.

traqueia bifurca-se e origina os dois brônquios principais, que se ramificam em brônquios cada vez menos calibrosos, e estes em bronquíolos, os quais se abrem nos alvéolos pulmonares.

Nos pulmões, as trocas gasosas entre o ar alveolar e o sangue dos capilares ocorrem por difusão.

Principais sistemas do corpo humano

Veja a aula Sistema Respiratório

Sistema imunológico ou imunitário – mecanismos de defesa

Nos tecidos infectados, determinadas células liberam substâncias que provocam dilatação das arteríolas, com saída de líquido desses vasos, causando vermelhidão, inchaço, aumento da temperatura e da dor, características da inflamação. A migração dos glóbulos brancos (principalmente neutrófilos) para os tecidos, através da parede dos capilares, chama-se diapedese.

O combate entre fagócitos (neutrófilos e macrófagos) e bactérias resulta geralmente na morte de ambos. O material restante no “campo de batalha” costuma ser chamado pus. Se a inflamação não for capaz de conter a infecção, entra em ação a resposta imune, que é mais específica e elaborada.

Abaixo, as principais células do sistema imunitário.

Sistema imunitário – características, funções e células imunes

Veja uma aula sobre o Sistema Imunitário

Sistema Circulatório

O sistema cardiovascular pode ser divididos em dois sistemas: o cardiovascular e o linfático. É o sistema que tem a função de realizar a movimentação de líquidos pelo corpo. Movimentação que por sua vez irão realizar outras funções como transporte de gases, nutrientes e metabólitos.

Veja uma aula sobre Sistema Circulatório

Sistema Cardiovascular

O sistema cardiovascular é constituído por um ou mais corações vasos sanguíneos, dentro dos quais circula o sangue.

Existem três tipos fundamentais de vasos sanguíneos: artérias, veias capilares, que diferem quanto a seu calibre e estrutura das paredes.

As artérias são vasos que conduzem o sangue do coração para os tecidos; suas paredes são ricas em fibras elásticas e músculo liso. As veias trazem o sangue dos tecidos para o coração; suas paredes são menos espessas que a das artérias, com menos células musculares e fibras elásticas e mais colágeno. No interior das veias, existem válvulas. Os capilares são os vasos de menor calibre, interpostos entre arteríolas e vênulas; representam o único território do sistema cardiovascular em que acontecem trocas entre o sangue e os tecidos, e sua parede é constituída por uma única camada de células.

circulacao

Veja uma aula sobre Sistema Cardiovascular

Sistema Linfático

O sistema linfático é composto pelos órgãos linfoides, linfonodos, vasos linfáticos e a hemolinfa (também pode ser chamada de linfa). Tem como função principal recolher o líquido que fica nos espaços entre as células, o líquido intersticial. Desempenha também um importante papel nos mecanismos de defesa.

 baço, o timo, o fígado, o apêndice, as tonsilas e a medula óssea

Em breve uma aula com detalhes do sistema Linfático

 Sistema excretor – ou sistema urinário

A partir do grupo amina (— NH2) dos aminoácidos, o metabolismo proteico origina resíduos nitrogenados, como a amônia, a ureia e o ácido úrico.

O sistema urinário humano é constituído pelos rins, ureteres, bexiga urinária e uretra. Dos rins, passando pelos ureteres, a urina chega à bexiga urinária, de onde é eliminada através da uretra. Os rins têm uma camada externa, o córtex (onde estão os glomérulos), e uma interna, a medula (por onde passam túbulos).

néfron, unidade funcional do rim, é constituído por um longo túbulo, que tem uma extremidade fechada em forma de taça, a cápsula glomerular (ou cápsula de Bowman) , e outra que se abre no túbulo coletor reto (ou dueto coletor). O túbulo do néfron (ou túbulo renal) divide-se em três segmentos: o túbulo contorcido proximal, alça do néfron (ou alça de Henle) e o túbulo contorcido distai. Além da .parte tubular, o néfron tem uma parte vascular — o glomérulo renal (ou glomérulo de Malpighi) —, um novelo de capilares envolvido pela cápsula glomerular.

A urina resulta de três processos: filtração glomerular, secreção tubular reabsorção tubular.

A filtração glomerular acontece nos glomérulos, quando o sangue passa sob grande pressão pelos capilares, cujas paredes filtram cerca de 20% do fluido do plasma sanguíneo, recolhido pelas cápsulas glomerulares. O filtrado glomerular tem composição química semelhante à do plasma sanguíneo, com exceção das proteínas, que não são filtradas em razão do tamanho de suas moléculas.

Algumas substâncias estão presentes em maior concentração na urina que no filtrado glomerular e vice-versa. Em 24 horas, formam-se cerca de 200 L de filtrado glomerular, mas apenas 1 L ou 1,5 L de urina é eliminado. Durante a passagem pelo túbulo do néfron, quase toda a água é reabsorvida e devolvida para a circulação.

A filtração glomerular é pouco seletiva. Muitas substâncias importantes, como glicose, aminoácidos, vitaminas e íons, são filtradas e depois, reabsorvidas.

aparelho excretor

Veja uma aula sobre Sistema Excretor

Sistema locomotor humano – ou aparelho locomotor

O sistema locomotor humano é formado pelos sistemas muscular e sistema esquelético. Recebe impulsos do sistema nervoso

Sistema Muscular

sistema muscular produz movimentos. Os músculos estriados esqueléticos são responsáveis por contrações rápidas, nos movimentos de fuga, por exemplo. Os músculos não estriados (músculos lisos ou viscerais) têm contração mais lenta e executam atividades que não exigem muita rapidez, como a propagação dos alimentos pelo tubo digestório. No coração dos vertebrados, encontra-se um terceiro tipo de tecido muscular: o músculo estriado cardíaco (ou miocárdio).

Contração muscular

Cada célula muscular estriada esquelética pode ser chamada de miócito (ou fibra muscular), e sua membrana plasmática é o sarcolema. O citoplasma contém miofibrilas, estruturas cilíndricas dispostas em feixes longitudinais. Cada miofibrila é formada por uma seqüência linear de miômeros (ou sarcômeros), constituídos por filamentos das proteínas actina miosina, dispostos paralelamente.

Aqui no site tem uma aula completa sobre os principais músculos do corpo humano

Sistema Esquelético

O sistema esquelético tem aproximadamente 206 ossos na fase adulta é formado pelo tecido ósseo, a substância intersticial é a matriz óssea, formada por uma parte inorgânica, composta principalmente por fosfato de cálcio, e uma parte orgânica proteica, cujo componente mais abundante é o colágeno. As células do tecido ósseo são os osteoblastos, os osteócitos e os osteoclastos. O tecido ósseo é constituído por unidades formadas por camadas circulares concêntricas, ao redor dos canais centrais por onde passam vasos sanguíneos. Estão dispostos longitudinalmente no osso e comunicam-se entre si pelos canais perfurantes.

Esqueleto com os principais ossos do nosso corpo

Veja uma aula sobre o Sistema Esquelético

Sistema sensorial – ou sistemas de integração

O sistema sensorial é o responsável por captar os estímulos ambientais. Esses estímulos serão enviados através de nervos para o sistema nervoso central, que por sua vez irá realizar um resposta ao estímulo.

Podemos considerar como parte do sistema sensorial o sentidos: tato, visão, audição, paladar e olfato.

Todos esses sentidos são integrados pelo sistema nervoso.

Sistema Nervoso

No sistema nervoso, destacam-se as células da glia (ou neuróglia) e os neurônios,

pelos quais caminham os impulsos nervosos. As células da glia dão suporte aos neurônios, participam da defesa do sistema nervoso e controlam as trocas de substâncias entre ele e o sangue.

Os neurônios apresentam duas propriedades fundamentais: excitabilidade (capacidade de reagir a estímulos) e condutibilidade (propriedade de transmitir as alterações desencadeadas pelos estímulos). O núcleo de um neurônio encontra-se no corpo celular. Os dendritos são prolongamentos receptores de estímulos; conduzem o impulso nervoso no sentido do corpo celular. Pelo axônio, um outro tipo de prolongamento, o impulso nervoso propaga-se para longe do corpo celular e deixa o neurônio.

Portanto, a propagação do impulso nervoso, ao longo do neurônio, ocorre no sentido dendritos —> corpo celular —> axônio. A região de passagem do impulso nervoso de um neurônio para outra célula chama-se sinapse.

encéfalo

Veja a aula sobre o Sistema Nervoso.

Sistema endócrino

O sistema endócrino é o conjunto de órgãos e tecidos que secretam hormônios. Em conjunto com o sistema nervoso, ele garante a integração entre as diferentes partes do corpo. Os hormônios são substâncias informacionais distribuídas pelo sangue; os órgãos que reagem ao estímulo dos hormônios são denominados órgãos-alvo. Entre os hormônios, há derivados de ácidos graxos e de aminoácidos, peptídios (inclusive proteínas) e esteroides. Portanto, a definição de hormônio não é química, mas funcional: os hormônios modificam o funcionamento dos órgãos-alvo, ligando-se a receptores específicos, localizados na membrana plasmática das células desses órgãos.

Ligada por uma haste ao hipotálamo, na base do encéfalo, a hipófise fica protegida em uma cavidade do osso esfenoide chamada sela túrcica. Nos seres humanos, divide-se em adeno-hipófise (lobo anterior ou hipófise anterior) e neuro-hipófise(lobo posterior ou hipófise posterior).

Aparelho hormonal

Veja uma aula sobre sistema endócrino.

Sistema Tegumentar – a pele humana

O sistema tegumentar é a parte do corpo humano que entra em contato com meio ambiente. É a principal barreira e o principal mecanismo de defesa do nosso corpo.

Possui também os anexos da pele, como os pelos, as glândulas sebáceas e sudoríparas além das unhas.

Veja uma aula sobre Sistema Tegumentar.

Sistema Genital Humano

O sistema genital humano é divido em aparelho reprodutor feminino e masculino. É o sistema cuja principal finalidade é a reprodução. Os órgãos desse sistema irão varias conforme o sexo.

O pênis, os testículos nos homens e o útero e os ovários nas mulheres, são alguns dos exemplos desses órgãos.

Fontes:

Youtube: Vídeo Aula sobre o Sistema Circulatório

Quer receber mais AULAS GRÁTIS?

inscreva-se em nosso canal no YouTube
 

botao-youtube

6 thoughts on “Principais sistemas do corpo humano”

  1. Bela apresentação.
    Simplificar o mecanismo de ensino trás a possibilidade de uma aprendizagem mais seguro, garantindo o interesse pelo aprendiz
    Posso usar esse documentos para pratica em sala de aula onde leciono?

    Grato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer receber mais AULAS GRÁTIS?

inscreva-se em nosso canal no YouTube
 

botao-youtube

close-link

Você é  Professor(a)?

Aqui tem 5 Slides GRÁTIS    pra você baixar agora.
Baixar Slides
close-link
Close