FisiologiaAnatomiaAulas

Sistema reprodutor masculino – Anatomia, função – genital

Podemos dividir sistema reprodutor masculino em duas partes: órgãos internos e órgãos externos. Também conhecido por sistema genital masculino, é o responsável pela produção dos gametas masculinos, em outras palavras: a produção dos espermatozoides.

Veja uma vídeo aula antes de continuar a leitura.

Anatomia do sistema reprodutor masculino

Os órgãos genitais masculinos podem ser externos  ou internos. Veja na foto abaixo um pouco da anatomia do sistema reprodutor masculino.

Sistema reprodutor masculino
Wumingbai, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

O que é o sistema reprodutor masculino

O sistema reprodutor masculino é o conjunto de órgãos responsáveis pela produção de hormônios que regulam diversas atividades no corpo masculino além de  também se o responsável pela reprodução sexuada. Essas alterações se intensificam durante o período de puberdade.

A anatomia do sistema reprodutor masculino pode ser dividida em duas partes: órgãos externos e internos.

Órgãos externos

O pênis e o escroto, também chamado de bolsa escrotal, são os órgãos externos do sistema genital masculino.

O pênis é um órgão de forma cilíndrica, coberto por uma pele frouxa que, na porção final, perto da glande (porção dilatada do pênis), forma uma dobra ou prega chamada de prepúcio.

O prepúcio do pênis é retrátil, ou seja, ao ser puxado para trás ou removido cirurgicamente, expõe a glande. A glande apresenta uma abertura por onde ocorre a ejaculação do sêmen e a eliminação da urina.

Órgãos internos

Entre os órgãos internos do sistema genital masculino estão os testículos, os epidídimos, a próstata, os dutos deferentes, a uretra, as glândulas vesiculosas (vesículas seminais) e as glândulas bulbouretrais.

A partir da puberdade, os espermatozoides começam a ser produzidos nos testículos, de onde passam para os epidídimos, pequenos órgãos localizados acima dos testículos.

Nesses órgãos, os espermatozoides completam, em alguns dias, o seu processo de amadurecimento. Espermatozoides maduros podem ficar armazenados nos chamados canais deferentes.

Durante a excitação masculina, contrações musculares levam os espermatozoides até a uretra e, de lá, para o meio externo, fenômeno denominado ejaculação. Nesse percurso, recebem líquidos das glândulas vesiculosas e da próstata, formando o sêmen (ou esperma).

Esses líquidos têm como função nutrir os espermatozoides, ajudar a diminuir a acidez da uretra e da vagina (prejudicial aos espermatozoides) e facilitar a movimentação dos gametas masculinos no sistema reprodutor feminino.

Junto à uretra, existem duas pequenas glândulas, chamadas de bulbouretrais. Elas secretam um líquido transparente que limpa a uretra para a passagem dos espermatozoides.

Para complementar seus estudos, veja aqui no site uma aula sobre Reprodução Sexuada. Lá você verá assuntos como a espermatogênese e outros assuntos.

Circuncisão

A retirada total ou parcial do prepúcio do pênis é feita cirurgicamente por indicação médica, ou por costumes religiosos e pode ser realizada logo nos primeiros dias de vida da criança.

Essa cirurgia é chamada de circuncisão e pode ser feita quando, por exemplo, existe a dificuldade ou a impossibilidade de expor a glande pela manipulação do prepúcio. Essa limitação recebe o nome de fimose e pode aumentar o risco de infecções no sistema urinário.

O escroto é uma bolsa de pele que contém os testículos, órgãos responsáveis pela produção dos espermatozoides.

A produção adequada e a sobrevivência dos espermatozoides dependem de uma temperatura um pouco abaixo da temperatura interna do corpo (em torno de 2 °C a menos).

Assim, quando está frio, o escroto se eleva, ficando mais perto do abdômen, recebendo o calor do corpo. Quando está calor, ele desce, afastando-se da região abdominal, o que causa a exposição ao ambiente e a diminuição da temperatura dos testículos.

Veja também: 

 O MECANISMO DA EREÇÃO

No interior do pênis há tecidos chamados de corpo cavernoso e corpo esponjoso, A ereção (aumento do comprimento e do volume do pênis) acontece devido ao acúmulo de sangue nesses tecidos e geralmente ocorre quando o indivíduo fica excitado. Quando o sangue reflui, isto é, quando volta para a circulação geral, o pênis fica flácido e a ereção desaparece.

Resumo de Sistema reprodutor masculino – Anatomia, função – genital

  • O sistema reprodutor masculino é formado por órgãos internos e externos
  • O que é circuncisão
  • vimos o mecanismo da ereção

Que tal publicar um artigo, um post, ou algo qualquer texto relacionado a ciências, educação ou biologia? O que você acha disso?

Se você encontrou algo indevido nos textos e nas imagens que recebemos, por favor deixe nos comentários que assim que puder será feita uma revisão.

Referências:

Sistema reprodutor masculino – Link

Redação Planeta Biologia

A redação do Planeta Biologia recebe conteúdo de diversos produtores do Brasil. Se você gosta de escrever ou tem algum texto relacionado à biologia, envia-nos para podermos publicar seu artigo.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo