AnatomiaAulasFisiologia

Pleura Pulmonar: Anatomia, função

Veja também a sua importância e os tipos de pleura

Nesta aula vamos entender o que é a pleura pulmonar, sua função, anatomia e importância.

Além disso, veremos algumas doenças associadas. Antes de prosseguir veja um vídeo de introdução.

O que é pleura pulmonar

A pleura pulmonar é a membrana que reveste e protege os pulmões. É uma membrana formada por duas camadas finas e transparente. Entre essas duas camadas está presente o líquido pleural, que facilita o movimento dos pulmões na caixa torácica.

Essa estrutura é uma parte vital do trato respiratório cujo papel é amortecer os pulmões e reduzir qualquer atrito que possa ocorrer entre os pulmões, a caixa torácica e a cavidade torácica.

Índice

Função da Pleura

A função da pleura é fornecer aos pulmões a lubrificação e o amortecimento necessários para inspirar e expirar.

Sendo assim, elas são essenciais para a respiração pulmonar

 O espaço intrapleural contém cerca de 4 centímetros cúbicos de líquido pleural, o que reduz a fricção sempre que os pulmões se expandem ou contraem.

O líquido da pleural tem uma qualidade ligeiramente adesiva que ajuda a puxar os pulmões para fora durante a inalação, em vez de deslizar na cavidade torácica.

Além disso, o líquido pleural cria tensão superficial que ajuda a manter a posição dos pulmões contra a parede torácica.

A pleura também serve como divisão entre outros órgãos do corpo, evitando que interfiram na função pulmonar e vice-versa.

Como essa membrana é independente, ela pode ajudar a prevenir a propagação da infecção de patógenos para os pulmões.

Anatomia da Pleura

Existem duas pleuras, uma para cada pulmão, e cada uma delas é uma única membrana que se dobra sobre si mesma para formar duas camadas. 

O espaço entre as membranas (chamado de cavidade pleural) é preenchido com um líquido lubrificante fino (chamado líquido pleural).

A pleura é composta por duas camadas distintas: 

  • Pleura visceral
  • Pleura parietal

Pleura parietal e pleura visceral

As pleuras visceral e parietal unem-se no hilo pulmonar, que também serve como ponto de entrada para o brônquio, vasos sanguíneos e nervos.

A cavidade pleural, também conhecida como espaço intrapleural, contém líquido pleural secretado pelas células mesoteliais.

O fluido permite que as camadas deslizem umas sobre as outras conforme os pulmões se inflam e esvaziam durante a respiração.

Pleura parietal

pleura parietal é a membrana externa que reveste a parede torácica interna e o diafragma (o músculo que separa as cavidades torácica e abdominal).

Pleura visceral

pleura visceral é a membrana fina e escorregadia que cobre a superfície dos pulmões e mergulha nas áreas que separam os diferentes lobos dos pulmões (chamadas de hilo).

Líquido Pleural

O líquido pleural é líquido seroso que fica entre às duas membranas pleurais.

Sua função é amortecer o movimento dos pulmões, diminuir o atrito e facilitar a inspiração e expiração.

Derrame Pleural

Um derrame pleural é o acúmulo de líquido em excesso no espaço intramembranar.

Quando isso acontece, a respiração pode ser prejudicada, às vezes significativamente.

A insuficiência cardíaca congestiva é a causa mais comum de derrame pleural, mas há uma infinidade de outras causas, incluindo trauma pulmonar ou câncer de pulmão (no qual a efusão ocorre em cerca de metade dos casos).

Um derrame pleural pode ser muito pequeno (detectável apenas por uma radiografia de tórax ou tomografia computadorizada) ou ser grande e conter vários litros de líquido.

Os sintomas comuns incluem dor no peito, tosse seca, falta de ar, dificuldade em respirar fundo e soluços persistentes.

Leitura sugerida

Referências bibliográficas

TORTORA, Gerard J.; DERRICKSON, Bryan. Corpo Humano-: Fundamentos de Anatomia e Fisiologia. Artmed Editora, 2016. – Link

Fontes externas.

Textos parcialmente traduzidos de: https://www.verywellhealth.com/pleura-lungs-definition-conditions-2249162

Daniel Pereira

Daniel Pereira é biólogo graduado pela Unesp e atualmente faz especialização em ensino de ciências e matemática. Professor de ciências e biologia é também o fundador do site Planeta Biologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *