HistologiaAulasFisiologia

Tecido conjuntivo: o que é, composição, características, resumo

Veja a classificação, tipos e função do tecido conjuntivo

Esse tipo celular que vamos estudar agora é tão diverso que até difícil encontrar características do tecido conjuntivo que sejam comuns a todas as células que fazem desse grupo histológico.

É bem comum dizer que a principal característica do tecido conjuntivo é o preenchimento, mas nós veremos que esse resumo é bastante impreciso. Talvez seja melhor você ver uma vídeo-aula antes e depois continuar coma a leitura.

O que é Tecido Conjuntivo

O tecido conjuntivo é formado por células diversificadas que podem desempenhar diferentes funções. Como exemplo de tecido conjuntivo podemos citar o tecido adiposo, ósseo, cartilaginoso, etc.

Os dois tipos mais básicos são:

  • Tecido conjuntivo frouxo
  • Tecido conjuntivo denso.

Porém, veremos logo adiante que há vários outros tipos desse tecido

Tipos de tecidos conjuntivos

O quadro abaixo mostra os tipos básicos de tecidos conjuntivos.

Tipos básicosVariedadesExemplos
Tecido conjuntivo propriamente dito
  • Frouxo
  • Denso
  • Derme da pele
  • Tendões Membranas que revestem os órgãos
Tecido cartilaginoso
  • Cartilagem hialina
  • Cartilagem elástica
  • Cartilagem fibrosa
  • Traqueia
  • Pavilhão auricular
  • Discos intervertebrais
Tecido ósseo
  • Compacto
  • Esponjoso
Ossos
Tecidos conjuntivos especiais
  • Tecido adiposo
  • Tecidos com material intercelular líquido
  • Tecido hemopoiético
  • Tela subcutânea
  • Sangue e linfa
  • Medula óssea vermelha

Características do tecido conjuntivo

Tecido conjuntivo propriamente dito

Esse tipo de tecido está presente em todos os órgãos e sua função é basicamente preencher espaços deixados pelos outros tecidos e servir-lhes de suporte.

O material intercelular ou matriz é uma massa amorfa e gelatinosa formada principalmente por água e glicoproteínas, onde se encontram fibras colágenas, reticulares e

Os tecidos conjuntivos caracterizam-se pela presença de grande quantidade de material intercelular.

Tem como função, de um modo geral, preencher espaços entre os órgãos, unir outros tecidos e, se consistentes e rígidos, formar estruturas de sustentação do organismo. Em certos casos, como nos tecidos líquidos, desempenham funções de nutrição e defesa.

Tecido cartilaginoso

O tecido cartilaginoso é um tecido de apoio das partes moles do corpo; forma esqueletos inteiros dos peixes cartilaginosos (tubarões, por exemplo) e partes dos esqueletos de outros vertebrados; apresenta uma matriz densa, com fibras colágenas e elásticas, e células especiais, os condrócitos.

O tecido cartilaginoso é avascular (não contém vasos sanguíneos); o alimento e o gás oxigênio necessários aos condrócitos difundem-se pela substância intercelular a partir dos vasos sanguíneos que passam perto, mas fora da cartilagem.

No corpo humano encontram-se três tipos de cartilagem: hialina, elástica e fibrosa. A cartilagem hialina é encontrada nas paredes da cavidade nasal, na laringe, na traqueia e nos brônquios, na extremidade ventral das costelas e na maioria das áreas articulares dos ossos longos; suas células encontram-se distribuídas numa matriz de cor branco-azulada, onde se encontra pequena quantidade de fibras colágenas.

A cartilagem elástica é encontrada na epiglote e no pavilhão auricular; suas células ficam numa matriz de cor amarelada, com algumas fibras colágenas elásticas

Tecido ósseo

Nos vertebrados adultos, com exceção dos peixes cartilaginosos, os ossos compõem o esqueleto. Além da sustentação corporal, o esqueleto ósseo funciona como reserva de minerais, principalmente cálcio e fósforo, e como centro produtor das células do sangue.

O tecido ósseo é rígido e sua função mais relevante é servir de suporte para as partes moles do corpo. Compõe-se de células e uma matriz orgânica (osseína) calcificada, onde predomina o fosfato de cálcio.

As células são de três tipos: osteoblastos, osteócitos e osteoclastos. Os osteoblastos são células ósseas jovens e secretoras da matriz orgânica; os osteócitos correspondem a osteoblastos maduros que pararam de secretar matriz orgânica; e os osteoclastos são células multinucleadas que atuam como macrófagos (fagocitam partículas estranhas) e participam nos processos de remodelação do osso e reparação de fraturas.

Em um corte de osso, observa-se que os osteócitos formam camadas concêntricas em torno de canais por onde passam vasos sanguíneos e nervos. Tal organização constitui os canais de Havers.

Tecido Adiposo

Aqui no site tem uma aula completa sobre Tecido adiposo. Por você terá muito mais detalhes.

adipocitos

Tecido conjuntivo – Resumo

Há diversas variedades de tecidos conjuntivos encontrados no corpo de um animal vertebrado como o ser humano.

Todos são formados por uma grande diversidade de células que apresentam, entre elas, abundante material intercelular, constituído de uma substância amorfa na qual se encontram mergulhadas fibras de diferentes tipos.

  • classificação do tecido conjuntivo
  • os principais tipos celulares
  • estudamos também os tecidos cartilaginosos, adiposo, ósseo, denso, frouxo, sanguíneo

Ficou alguma dúvida sobre o tecido conjuntivo? Não esquece de deixar o seu comentário.

Referências bibliográficas

 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de anúncio detectado

Por favor, desative o desbloqueador de anúncios!Precisamos manter o site no ar. Os anúncios nos ajudam a produzir esse conteúdo grátis pra você