AulasHistologia

Tecido cartilaginoso

Entenda o que é, os tipos e a função do tecido cartilaginoso

O tecido cartilaginoso é um tipo não vascular de tecido conjuntivo de suporte que se encontra em todo o corpo.
A cartilagem é um tecido conjuntivo flexível que difere do osso em vários aspectos; é avascular e a sua micro-arquitetura é menos organizada do que o osso.

A cartilagem não é inervada e, portanto, depende da difusão para obter nutrientes. Isto faz com que cicatrize muito lentamente.
Os principais tipos celulares da cartilagem são os condrócitos, a substância moída é o sulfato de condroitina e a bainha fibrosa é chamada de pericôndrio.

Existem três tipos de cartilagem: hialina, fibrosa e cartilagem elástica.

  • A cartilagem hialina é o tipo mais difundido e assemelha-se ao vidro. No embrião, o osso começa como cartilagem hialina e mais tarde ossifica.
  • A cartilagem fibrosa tem muitas fibras de colágeno e é encontrada nos discos intervertebrais e na sínfise púbica.
  • A cartilagem elástica é elástica, amarela e elástica e é encontrada no suporte interno do ouvido externo e na epiglote.

Estrutura do tecido cartilaginoso

A cartilagem é uma estrutura densa, que se assemelha a um gel firme, composto de colágeno e fibras elásticas. Ele contém derivados de polissacarídeos chamados sulfatos de condroitina que se complexam com proteínas na substância fundamental formando proteoglicanos.

A matriz é produzida por células chamadas condroblastos que formam condrócitos e podem ser encontradas em pequenas câmaras chamadas lacunas.

A cartilagem é separada dos tecidos circundantes pelo pericôndrio que consiste em duas camadas:

  • Camada Fibrosa Externa: Que fornece proteção, suporte mecânico e une a cartilagem a outras estruturas
  • Celular Interno: É Importante no crescimento e manutenção da cartilagem.

Quando um pequeno embrião está em formação no ventre materno, ele não possui ossos, mas cartilagens. Com o crescimento, algumas cartilagens se transformam em ossos.

Mas a cartilagem do nariz e a dos anéis da traqueia de adultos permanece, assim como a cartilagem existente entre as vértebras, na caixa torácica e em articulações como as dos joelhos.

A caixa torácica é formada por ossos e cartilagens
A caixa torácica é formada por ossos e cartilagens (representadas em cor esbranquiçada). Os movimentos de inspiração e expiração dependem da fl exibilidade conferida pelas cartilagens à caixa torácica.

Enquanto as orelhas são formadas por cartilagem elástica e apresentam flexibilidade, a cartilagem existente entre as vértebras e nos joelhos é mais firme, sendo capaz de amortecer os impactos sofridos por essas áreas do corpo.

Esses dois tipos de cartilagens são formados por tecido cartilaginoso. Observe na figura abaixo uma imagem de tecido cartilaginoso, com as células em meio a um denso material semitransparente.

Fotomicrografia de tecido cartilaginoso.
Fotomicrografia de tecido cartilaginoso. Imagem obtida de um microscópio de luz. Cada célula tem diâmetro aproximado de 10 µm.

Essas células, chamadas condroblastos, são produtoras ativas da substância fundamental e das fibras que caracterizam a cartilagem.

Uma visão geral sobre os tecidos conjuntivos

O tecido conjuntivo é compostos de células não aderidas, que permanecem imersas em uma substância extracelular. Alguns tecidos conjuntivos desempenham funções ligadas à sustentação e outros preenchem espaços, constituindo os tecidos mais abundantes e diversificados de nosso corpo.

De maneira geral, classificam-se em: tecido conjuntivo propriamente dito – o qual se subdivide em duas formas principais, o tecido conjuntivo frouxo e o tecido conjuntivo denso – e outras formas mais especializadas, algumas delas serão vistas mais adiante. O tecido adiposo, o tecido cartilaginoso, o tecido ósseo e o sangue são formas de tecido conjuntivo.

Veja também

Função do Sistema Respiratório

Função do sistema urinário: anatomia, estrutura, órgãos

Referências bibliográficas

MONSORES, Gabriela de Oliveira Assis; DE MELLO, Thiago Manchester. TECIDO CARTILAGINOSO E LESÕES DE CARTILAGEM. ANAIS DA IV SEMANA DE ENFERMAGEM DAS FACULDADES SÃO JOSÉ, p. 51.

Thiago Faruk

Thiago Faruk é biólogo formando pela USP e mestre em ensino de ciências e matemática pela Unicamp. É um grande prazer ser um colaborador do Planeta Biologia. Aqui minha função é produzir artigos e fazer curadoria de artigos que chegam até mim, fazendo correções, edições e oferecer aos nossos leitores o melhor conteúdo na área de biologia.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo