CitologiaAulas

Estrutura e função dos Ribossomos: o que são, como funcionam

Veja como funcionam uma das principais estruturas das células

Nessa aula iremos entender com é a estrutura e função dos ribossomos. Essa estrutura está presente em simplesmente todos os tipos celulares. Desde uma simples bactéria até um complexo neurônio.

Você saberia dizer quais são as partes de um ribossomo? Ou então dizer como ele consegue a partir no RNA produzir uma molécula de proteína.

O que são ribossomos

Ribossomos são as organelas responsáveis pela síntese de proteínas. Estão presentes em todas os tipos celulares e são consideradas estruturas fundamentais para o funcionamento das células. São formados por duas unidades de RNA ribossômico.

São pequenas partículas, presentes em grandes números em todos as células vivas. São locais onde ocorrem as ligações peptídicas.

Um resumo da função dos Ribossomos

Os ribossomos são uma estrutura celular que produz proteína. A proteína é necessária para muitas funções celulares, como reparar danos ou direcionar processos químicos.

Podem ser encontrados flutuando dentro do citoplasma ou preso ao retículo endoplasmático.

A sua localização em uma célula determina o tipo de proteína que ele faz. Se estão flutuando livremente em toda a célula, ele produzirá proteínas que serão utilizadas dentro da própria célula.

Quando estão ligados ao retículo endoplasmático as proteínas produzidas são usadas para uso na célula ou fora da célula.

As proteínas são uma parte essencial de todas as células. Ambos os eucariotas e procariotas requerem proteínas para funcionar e realizar atividades diárias. Por esse motivo, os ribossomos são extremamente importantes para a sobrevivência dos seres vivos.

As proteínas são necessárias para que as células executem suas funções celulares. Os ribossomos são o componente celular que produz proteínas de todos os aminoácidos.

Essas organelas são feitas de complexos de RNAs e proteínas. O número deles em uma célula depende da atividade da célula.

Os ribossomos são livremente suspensos no citoplasma ou ligados ao retículo endoplasmático formando o retículo endoplasmático áspero. Em média, em uma célula de mamífero, pode haver cerca de 10 milhões de ribossomos.

Quando estão ligados à mesma cadeia de mRNA, esta estrutura é conhecida como polissomo. A existência dessas organleas é temporária, após a síntese da proteína, as duas subunidades se separam e são reutilizadas ou quebradas.

Os aminoácidos são unidos pelos ribossomos a uma taxa de 200 por minuto. Portanto, pequenas proteínas podem ser feitas rapidamente, mas duas ou três horas são necessárias para proteínas que são tão grandes como 30.000 aminoácidos.

Ácido nucléico

Os ribossomos presentes nos procariontes funcionam de forma diferente na produção de proteínas dos organismos eucariontes.

Os ribossomos de bactérias, arqueas e eucariotas diferem significativamente entre si em estrutura e sequências de RNA. Essas diferenças permitem que os antibióticos matem o ribossomo bacteriano inibindo a atividade a síntese proteica nas bactérias.

Os ribossomos das células eucarióticas são semelhantes aos das células bacterianas, mostrando a origem evolutiva da organela.    

Definição

A palavra ribossomo é derivada –   ‘ribo ‘a partir de ácido ribonucleico e ‘somes ‘ da palavra grega ‘soma ‘ que significa’ corpo’. Eles ligam aminoácidos juntos na ordem que é especificada pelas moléculas de RNA mensageiro.

São constituídos por duas subunidades – uma pequena e grande subunidade. A subunidade pequena lê o mRNA enquanto a subunidade grande junta os aminoácidos para formar uma cadeia de polipéptidos. As subunidades ribossomais são feitas de uma ou mais moléculas de rRNA (RNA ribossômico) e várias proteínas.     

Características dos Ribossomos

  • São compostas por duas subunidades: uma grande  subunidade  e uma subunidade pequena.
  • As subunidades são sintetizadas pelo  nucléolo.
  • As subunidades se unem quando os ribossomos se  ligam ao RNA mensageiro durante o processo  de síntese proteica.
  • Juntamente com uma molécula de RNA de transferência (RNAt), ajudam a  traduzir os genes codificadores de proteínas no mRNA para as proteínas.

Estrutura e função

Veja a seguir com mais detalhes a estrutura e função dos ribossomos.

Estrutura dos ribossomos·

Os ribossomos de uma célula estão localizados em duas regiões do citoplasma.

  • Eles são encontrados espalhados no citoplasma e alguns são anexados ao retículo endoplasmático.
  • Quando são ligados ao retículo endoplasmático, são conhecidos como o retículo endoplasmático áspero.
  • Os ribossomos livres são de estrutura semelhante e são incorporados na síntese proteica.
  • São partículas pequenas de cerca de 200 Â.
  • São compostos de RNA e proteínas.
  • Cerca de 37 – 62% de RNA são compostos de RNA e o resto são proteínas.
  • E composto por duas subunidades. As subunidades são denominadas de acordo com sua capacidade de sedimentação em um gel especial.
Ribossomo-é-composto-por-duas-subunidades
Ribossomo-é-composto-por-duas-subunidades
  • O procariontes têm subunidades de 70S e uma subunidade pequena de 30S e a subunidade grande é de 50S. Os eucariotas possuem ribossomos 80S cada consistindo de subunidade pequena (40S) e grande (60S).
  • Os ribossomos encontrados nos cloroplastos das mitocôndrias dos eucariotas consistem em subunidades grandes e pequenas unidas com proteínas em uma partícula 70S.
  • Os ribossomos compartilham uma estrutura central que é similar a todos os ribossomos apesar das diferenças em seu tamanho.
  • O RNA está organizado em várias estruturas terciárias. O RNA nos ribossomos maiores está em várias inserções contínuas à medida que eles formam loops fora da estrutura do núcleo sem perturbá-lo ou alterá-lo.
  • A atividade catalítica é realizada pelo RNA, as proteínas residem na superfície e estabilizam a estrutura.
  • As diferenças entre os ribossomos de bactérias e eucariotas são usadas para criar antibióticos que podem destruir a infecção bacteriana sem prejudicar as células humanas.

Veja também aqui no site.

Função  dos ribossomos

Suas principais funções são:

  • Montar aminoácidos para formar proteínas específicas, as proteínas são essenciais para levar a cabo as atividades celulares.
  • O processo de produção de proteínas, o ácido desoxirribonucleico produz mRNA pelo processo de transcrição do DNA.
  • A mensagem genética do mRNA é traduzida em proteínas durante a tradução de DNA.
  • As sequências de montagem de proteínas durante a síntese de proteínas são especificadas no mRNA.
  • O mRNA é sintetizado no núcleo e é transportado para o citoplasma para o processo adicional de síntese protéica.
  • No citoplasma, as duas subunidades de ribossomos são ligadas em torno dos polímeros do mRNA; As proteínas são então sintetizadas com a ajuda da transferência de RNA.
  • As proteínas que são sintetizadas pelos ribossomos presentes no citoplasma são utilizadas no próprio citoplasma. As proteínas produzidas são transportadas para fora da célula.

O ribossomo bacteriano

Em uma célula bacteriana existem cerca de 10.000 ribossomos que representam até 30% do peso da célula. Essas organelas estão presentes livres no citoplasma.

Os sedimentos de ribossomos bacterianos como partícula 70S que é composto de 30S e uma subunidade grande é de 50S. A subunidade pequena funciona na associação com RNA mensageiro durante a tradução e decodificação.

As subunidades grandes funcionam como centro de peptidil transferase e é o local da formação de ligação peptídica.

A estrutura do ribossomo bacteriano é constituída por mais de 50 proteínas e três grandes domínios da molécula de RNA. Eles são o site da síntese proteica.

Para complementar esse assunto veja também Reino Monera – as bactérias e cianobactérias – características.

Ribossomos de células vegetais

As células vegetais possuem ribossomos e são compostas por proteínas e RNA ribossômico. Essas organelas em uma célula vegetal são encontrados no citoplasma, a superfície do retículo endoplasmático é áspero.

Existem dois tipos de ribossomos – “livres” e  “associados” a um retículo endoplasmático. Os ribossomos associados estão ligados à superfície do retículo endoplasmático e são o local onde acontece a síntese de proteínas. A síntese de proteínas também ocorre nos ribossomos livres.  

Ribossomo de  uma célula animal

Os ribossomos são construtores de proteínas das células. Eles são encontrados em muitos lugares no citoplasma. Podem ser isolados livremente o citoplasma e são vistos em anexo ao retículo endoplasmático.

Também são feitos de duas subunidades grandes (60S) e pequenas (40S). Quando há necessidade de proteínas em uma célula, o mRNA é produzido no núcleo e é enviado para a célula e os ribossomos.

As duas subunidades se juntam no momento da formação da proteína e se combinam com a molécula de mRNA e, portanto, as proteínas são sintetizadas.

Leitura sugerida

Bibliografia

News Medical – Ribosome Function in Cells – acessado em 14 de janeiro de 2021

 

Artigos relacionados

Um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de anúncio detectado

Por favor, desative o desbloqueador de anúncios!Precisamos manter o site no ar. Os anúncios nos ajudam a produzir esse conteúdo grátis pra você