Aulas

O que é envelope viral: função, estrutura da capsula viral

Veja a estrutura e qual a função do envelope viral, também conhecido como cápsula viral

O envelope viral é uma estrutura presente na parte externa da maioria dos vírus, é formada principalmente glicoproteína, glicolipídeos e fosfolipídeos.

Muitos tipos de vírus possuem um envelope viral de glicoproteínas ao redor do nucleocapsídeo. O envelope é composto de duas camadas lipídicas intercaladas com moléculas de proteína (bicamada de lipoproteínas) e pode conter material da membrana de uma célula hospedeira da qual o vírus saiu.

O vírus obtém as moléculas lipídicas da membrana celular durante o processo de brotamento viral.

No entanto, o vírus substitui as proteínas da membrana celular por suas próprias proteínas, criando uma estrutura híbrida de lipídios derivados das células hospedeira e proteínas derivadas de vírus.

Estrutura do envelope viral

Muitos vírus também desenvolvem espiculas feitas de glicoproteína em seus envelopes que os ajudam a se fixar a superfícies celulares específicas.

O envelope viral é uma cobertura membranosa frouxa que ocorre em alguns vírus de animais, raramente vírus de plantas e bactérias. Ao contrário dos vírus envelopados, aqueles que não tem, são chamados nus.

As principais macromoléculas que o compõe são proteínas, lipídios e carboidratos (da célula hospedeiro). Possui subunidades chamadas peplômeros.

A superfície do envelope viral pode ser lisa ou ter saliências chamadas de espículas. Vírus envelopados comuns são HIV, Herpes, Vaccinia, etc.

Muitos vírus envelopados também contêm proteínas internas que ligam o nucleocapsídeo ao envelope viral.

Nucleocapsídeo é o nome do conjunto de duas estruturas fundamentais para o vírus: o capsídeo e o genoma viral. O capsídeo é uma estrutura proteica responsável principalmente por proteger o ácido nucleico dos vírus.

Eles são muito abundantes (ou seja, muitas cópias por virion) e geralmente não são glicosilados. Alguns virions, que são a forma infectante, também contêm outras proteínas não estruturais que são usadas no ciclo de replicação viral.

Exemplos disso são as replicases, fatores de transcrição, etc. Essas proteínas não estruturais estão presentes em pequenas quantidades no virion.

Os vírus envelopados são formados brotando através das membranas celulares, geralmente a membrana plasmática, mas às vezes pode adquirir seu envelope através de uma membrana interna, como um retículo endoplasmático, complexo de golgiense ou núcleo.

Nesses casos, a montagem dos componentes virais (genoma, capsídeo, matriz) ocorre na face interna da membrana.

As glicoproteínas do envelope viral se agrupam nessa região da membrana ocorrendo o brotamento.

Essa capacidade de brotar permite que o vírus saia da célula hospedeira sem lisá-lo ou matá-lo. Por outro lado, vírus não envelopados matam a célula hospedeira para escapar.

Envelope viral usada para produção de vacinas antivirais

Muitas das vacinas antivirais são produzidas a partir das moléculas do envelope viral. Há pesquisas promissoras que usam essa técnica para o desenvolvimento de uma vacina contra a dengue.

Leitura sugerida

Referências bibliográficas

AZEVEDO, Adriana de Souza et al. Desenvolvimento de vacinas de DNA contra o vírus da dengue baseadas na proteína do envelope viral. 2011. Tese de Doutorado. Instituto Oswaldo Cruz. – Link

Daniel Pereira

Daniel Pereira é biólogo graduado pela Unesp e atualmente faz especialização em ensino de ciências e matemática. Professor de ciências e biologia é também o fundador do site Planeta Biologia

4 Comentários

  1. sabiam que o Covid-19 não é letal?? pois a maioria dos vírus possuem o envelope viral, que os torna vulneráveis através de Álcool, acetona, clorofórmio, Éter e Detergentes. também podem ser sensíveis a exposição ao calor, variação de umidade, pressão, extremos de Ph(ambientes ácidos Básicos). o que o torna agressivo, é no lado da sociedade, que por falta de cuidados não respeita o isolamento e ainda a ausência de uma cura realmente eficaz para a cura do planeta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *